Liderança em TI: confira 5 dicas do líder da Superlógica

Receber conselhos de um especialista é uma maneira de se qualificar para enfrentar os desafios da liderança em TI.

Conversamos com o Jhonatas Faria, gerente de TI da Superlógica, que trouxe diversas dicas que você, que exerce um cargo de liderança na área, pode aplicar na sua empresa e otimizar a performance do time.

Quer saber quais são essas dicas? Continue lendo e confira os conselhos de líder para líder!

1. Conhecimento profundo sobre business

Faria reforçou como os conhecimentos técnicos do líder de TI não adiantam se ele não tiver conhecimento sobre o negócio. “Você não vai até um marceneiro, pois ele é um especialista em usar um martelo, mas porque ele sabe usar bem as ferramentas para construir o melhor móvel”, comenta. 

Então, procure desenvolver as suas habilidades sobre negócios em vez de se prender apenas às novas linguagens de programação, por exemplo. 

A experiência em gestão e estratégia, permite que o líder de TI tome as melhores decisões para o seu setor, previna gargalos e identifique pontos de melhoria no processos a partir de métricas e relatórios.

Assim, esse tipo de conhecimento é fundamental para destacar a sua empresa em um mercado competitivo e em constante atualização.

2. Saúde mental

Os profissionais de TI fazem parte da indústria do conhecimento. Se em outros setores o maior esforço é físico, neste é mental. Logo, os conflitos emocionais podem impactar e muito o líder da área, sua produtividade e sua saúde como um todo.

Ainda mais em um contexto de pandemia, essas questões podem ficar ainda mais fortes. Por isso, o líder de TI não pode negligenciar esse aspecto importante. 

As terapias online e o desenvolvimento da inteligência emocional, por exemplo, se mostram como alternativas eficientes para proteger a saúde mental e garantir o bem-estar do profissional.

3. Trabalho remoto e horários flexíveis

Apesar da pandemia ter acelerado a migração das empresas para o ambiente online, com o trabalho remoto e horários mais flexíveis, essa já era uma tendência do setor de TI anteriormente. 

Empresas que criarem formatos eficientes de home office, mantendo (ou otimizando) a produtividade do time, conseguem expandir as possibilidades de contratações e investir em talentos alocados em cidades ou até em países diferentes. 

Além disso, o modelo de trabalho remoto pode contribuir muito para melhorar a qualidade de vida dos seus colaboradores. Por outro lado, nem sempre o home office traz benefícios para o profissional de TI.

Então, o importante é ter moderação na hora de ajustar o modelo de trabalho na sua empresa. Para funcionar, o home office precisa fazer sentido para o seu negócio e para os profissionais envolvidos.

4. Mente aberta a novos conceitos de tecnologia

Jhonatas acredita que o líder de TI precisa estar alinhado às novidades do setor, como é o caso da tecnologia da computação em nuvem.

Para ele, trabalhar com cloud computingnão é mais tabu, mas sim o presente e futuro da TI. Só seremos capazes de fazer produtos que irão mudar o mercado utilizando serviços em nuvem”.

Os profissionais da área devem buscar atualizações para que o seu conhecimento não fique obsoleto com o desenvolvimento de novas tecnologias. 

Com isso, como líder de TI, você tem mais informações para decidir sobre quais inovações incorporar para otimizar processos e manter suas soluções atualizadas às mudanças do mercado. 

Da mesma forma, você deve ter atenção aos novos softwares que podem contribuir para aumentar a produtividade da equipe, fortalecer a comunicação interna e facilitar a sua liderança em TI.

5. Segurança e privacidade

Com os recentes casos de vazamentos de informações sendo comunicados pela imprensa, a segurança e a privacidade se tornaram elementos fundamentais para o setor de TI. 

Assim, empresas e líderes que não olharem para esses aspectos correm um alto risco de prejudicarem sua imagem e credibilidade junto aos clientes e ao mercado, além de arcarem com grandes perdas financeiras

Sem contar que, com a LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados), a segurança online e a privacidade dos clientes se tornaram domínios ainda mais importantes. 

O líder de TI deve ter consciência sobre o papel que esses elementos têm para o bom desenvolvimento do setor.

Negócios que privilegiarem a proteção dos dados dos consumidores terão um importante diferencial competitivo, além de passarem uma sensação de confiança aos clientes, fortalecendo o relacionamento com eles. 

E aí, o que você achou desses conselhos para melhorar a sua liderança em TI? Para mais conteúdos como este, acompanhe as novidades publicadas no nosso blog.



 

Sobre a Superlógica

A Superlógica desenvolve o software de gestão líder do mercado brasileiro para empresas de serviço recorrente. Somos referência em economia da recorrência e atuamos nos mercados de SaaS e Assinaturas, Condomínios, Imobiliárias

Compartilhar

Comentários

comentarios