O que é branding e como aplicá-lo na sua imobiliária

Branding: o que é e como aplicá-lo na sua imobiliária

Você sabe o que é branding? Como essa estratégia pode ser essencial para construir e posicionar a marca da sua imobiliária no mercado?

Neste post, explicamos melhor o conceito e, claro, daremos algumas dicas para que você comece a aplicá-lo.  Prepare-se para se destacar dos concorrentes. Tem interesse no assunto? Então, siga em frente!

O que é branding?

Branding é um conjunto de ações estratégicas adotado por uma empresa para criar uma personalidade de marca. Assim, seus elementos serão identificados com mais facilidade pelos seus clientes. 

O objetivo do branding, portanto, é despertar sensações e criar conexões conscientes e inconscientes. Desse modo, quando o consumidor estiver decidindo uma compra, sem dúvidas, irá se recordar da companhia. 

Para entender melhor a estratégia, tente pensar em uma marca famosa no mercado. Ao pensar nela, você provavelmente vai se lembrar do nome, logotipo, cores, sons e sensações que fazem daquela empresa o que ela é. Isso é branding, entendeu?

Mas atenção! Para criar um branding forte e consistente, é preciso ter muito cuidado na hora de definir e escolher seus elementos.

Logotipo, fontes, cores, discurso, tom de voz, valores, jingles e, até mesmo, o porta-voz da marca devem estar alinhados com a personalidade e os valores que você deseja transmitir para os consumidores.

Branding e cultura

O conceito de branding está diretamente relacionado à cultura da organização, ou seja, sua missão, visão e valores.

Por esse motivo, é importante que as ações de branding sejam direcionadas ao que a marca realmente prega e acredita. Então, criar um branding voltado para sustentabilidade, por exemplo, quando sua empresa não conta com ações nesse sentido, pode ser furada.

Procure criar uma cultura sólida e transparente e, principalmente, volte as ações de branding para ela. Foque em transmitir a verdade sobre a sua marca e não tente fazer o contrário.

Por que sua imobiliária deve investir em branding?

As ações de branding, quando feitas da forma correta, podem ser de grande ajuda para impulsionar sua imobiliária. Quando as pessoas precisam de um corretor, elas buscam alguém em quem confiam, certo? Dificilmente farão uma simples pesquisa na internet. 

Um dos maiores erros que se pode cometer quando se fala em marca é achar que sua empresa não precisa pensar ou investir em marca só porque é pequena ou atua em determinado setor em que ações de branding não são comuns”, afirma Leandro Lima, Gerente de Marketing – Marca e Comunicação da Superlógica.

Segundo ele, a partir do momento em que a empresa está funcionando, seus clientes (e potenciais clientes) estarão construindo a cada interação (pessoal, digital ou até via terceiros) a imagem, os atributos e os sentimentos que vão associar à marca.

“Não ter clara a sua estratégia de branding e não investir em ações coordenadas para que seus clientes percebam a sua empresa, não fará você não ter uma marca, fará que você tenha uma marca fraca. Provavelmente não será associada aos melhores atributos na hora que seu cliente decidir fechar uma compra”, acrescenta Lima.

Para ele, a questão fundamental é: “você quer determinar como seus clientes percebem seus serviços e produtos, ou quer deixar isso ao acaso?”

O que é branding e como aplicá-lo na sua imobiliária

3 dicas de branding para imobiliárias

Se antigamente as ações de branding eram voltadas para o posicionamento em mídias, como TV e rádio, hoje, é o contrário. Com cenário sendo tomado pela tecnologia, o foco está no marketing digital.

A melhor forma da sua imobiliária implementar ações mais efetivas, portanto, é voltando seu olhar para a internet e redes sociais. Para te ajudar nesta missão, reunimos algumas dicas valiosas, confira. 

1. Encontre seu diferencial no mercado e conheça seu público

O primeiro passo para iniciar qualquer ação de marketing é conhecer a fundo a identidade e a posição que sua imobiliária ocupa no mercado. 

Como vimos, a cultura da empresa está diretamente ligada à imagem que você deve passar ao público. Dessa forma, é importante analisar quem é o seu público-alvo e, depois, alinhar a comunicação e o tom de voz. 

Imagine, por exemplo, duas imobiliárias. Uma delas é focada em atender estudantes universitários, enquanto a outra trabalha com escritórios comerciais e atende muitos advogados e contadores.

Será que as duas devem adotar a mesma linguagem, tom de voz e referências visuais? Claramente, não.  Para se conectar com públicos diferentes é preciso ter abordagens distintas.

Saiba, inclusive, que isso pode mudar de acordo com a região em que você está também. Basta se lembrar dos regionalismos e gírias de cada estado.

Concluindo, conhecer bem seu mercado, seus diferenciais e propósitos e quais pessoas você deseja atingir é essencial para que você consiga elaborar uma comunicação eficiente e criar um relacionamento próximo com os clientes.

2. Fortaleça sua autoridade

Uma das formas de se destacar dos concorrentes é mostrando que sua imobiliária domina o assunto e, principalmente, está aberta para tirar dúvidas.  Depois, também é importante pensar em criar conteúdo rico. 

Isso quer dizer: conteúdos que realmente sejam úteis e tragam conhecimento para quem busca um imóvel. Você pode trazê-los em formato de vídeos, textos e, até mesmo, podcasts.

Essas ações, de modo geral, são ótimas para nutrir o público e fortalecer sua imagem como autoridade no assunto. Quando alguém estiver precisando de uma imobiliária, na hora irá lembrar-se da sua. 

Para ter uma ideia sobre o que estamos falando, é só consultar o blog do Superlógica Imobiliária. Nele, você irá encontrar conteúdos sobre metodologias ágeis, direito, inovação, soluções tecnológicas e gestão financeira, entre outros temas. 

Também produzimos materiais ricos, como este infográfico sobre IGP-M, e diversos e-books, com temas como Dimob, sistemas de gestão e dicas de vendas pelas redes sociais. 

3. Mantenha presença nas redes sociais

Por fim, a última dica para construir seu branding é estar presente nas redes sociais. Aproveite para mostrar o posicionamento da sua marca e criar um bom relacionamento com os clientes. 

O Facebook, Instagram, LinkedIn e Youtube podem ser utilizados para divulgar conteúdos, tirar dúvidas e, claro, postar informações sobre os imóveis disponíveis.

Uma das vantagens de criar perfis e peças nas redes sociais, por exemplo, é a possibilidade de criar anúncios altamente segmentados. Isso quer dizer que aparecerão apenas para o perfil de usuário que você determinar. 

Na plataforma Facebook para Empresas,  você pode criar uma página comercial e, depois, criar anúncios e impulsionar publicações (pagar para que elas atinjam um número maior de usuários) com o Facebook Ads.

Basta deixar configurado pessoas de determinada idade, moradoras de tal região e que, talvez, fossem se interessar pela sua marca. 

Essa é uma das maneiras de reduzir as despesas com publicidade. Afinal, de acordo com o seu branding, as ações estarão todas muito bem segmentadas. 

Além disso, lembre-se de divulgar seus contatos e manter um canal de comunicação prático e ágil para responder ao público. O WhatsApp é uma boa opção e facilita ainda mais o atendimento.

Como vimos, as ações de branding são de grande importância para o fortalecimento da imagem de sua imobiliária. Para começar a adotar a estratégia, é importante identificar os valores e o propósito da empresa para, então, adequar seu tom de voz e posicionamento nas redes.

Agora que você já sabe o que é branding, conheça também algumas estratégias para fidelizar clientes no pós-locação.

 

 

Compartilhar

Comentários

comentarios