Plataformas digitais entenda o modelo de negocio que transformou o mundo

Plataformas digitais: entenda o modelo de negócio que transformou o mundo

Você pode até não saber o que são plataformas digitais, mas certamente utiliza ou já utilizou uma. Elas já fazem parte do nosso dia a dia há algum tempo e facilitam muito a vida dos consumidores, além de trazerem excelentes resultados para as empresas.

No post de hoje, vamos explicar o que é plataforma digital e como funciona esse modelo de negócio. Também vamos mostrar por que elas estão transformando o mundo. Quer saber mais sobre o assunto? Continue lendo!

O que é plataforma digital?

O conceito de plataforma digital é amplo e não se limita apenas aos sistemas que fazem a intermediação entre empresas e consumidores, embora algumas plataformas se enquadrem nesse modelo também.

As plataformas digitais utilizam a tecnologia para suportar a execução de tarefas ou facilitar os processos de gestão de negócios e de compras, por exemplo.

Elas criam um ambiente virtual, que pode ser acessado de qualquer lugar por utilizar a tecnologia de computação em nuvem para armazenar informações.

As plataformas podem conectar empresas e clientes, em um modelo B2C (business to customer), ou promover o relacionamento entre empresas, em um modelo B2B (business to business).

Também existe um terceiro tipo de plataforma digital que atua como B2B2C, ou seja, que se conecta às empresas, mas que traz mudanças significativas na relação entre esses negócios e seus clientes finais.

Como funciona uma plataforma digital?

Empresas como o Airbnb e marketplaces, como a Amazon, funcionam a partir de comissões por cada transação realizada dentro de suas plataformas digitais. 

Já algumas plataformas digitais funcionam pelo modelo de recorrência, como o Spotify. Assim, o usuário paga um valor fixo todos os meses para ter acesso aos serviços da plataforma.

Como esse modelo de negócio é escalável, ele acaba sendo bastante rentável, porque suporta uma grande quantidade de acessos ao mesmo tempo e atrai muitos clientes de uma única vez.

Normalmente, os usuários criam uma conta nessas plataformas e têm um ambiente próprio dentro do sistema.

Assim, empresas em diferentes lugares do mundo podem utilizar as plataformas digitais para fazer a gestão do seu negócio, com total privacidade e segurança de dados.

Além disso, alguns modelos de plataformas digitais podem conectar usuários que desejam um serviço a usuários que oferecem exatamente esse serviço, como é o caso do Uber, que conecta passageiros e motoristas.

A seguir, confira mais exemplos de plataformas digitais para entender ainda melhor como elas funcionam.



Exemplos de plataformas digitais

No tópico anterior, vimos a variedade de modelos das plataformas digitais. Agora, vamos trazer alguns exemplos para você entender como elas podem assumir diversas formas.

  • Os aplicativos de banco são considerados plataformas digitais, já que eles disponibilizam a tecnologia para que os usuários executem ações na área financeira.
  • O iFood, por sua vez, é uma plataforma digital que funciona como intermediária entre a empresa (restaurantes e mercados) e o consumidor final.
  • Já sistemas como o Zendesk, focado em atendimento e relacionamento com o cliente, e o Hubspot, de gestão de Marketing, podem conectar empresas a outros negócios ou a consumidores finais.

Mas por que as plataformas digitais são tão vantajosas e estão promovendo mudanças no mundo? É o que vamos ver a seguir.

Por que as plataformas estão transformando o mundo?

Hoje, as plataformas digitais promovem uma verdadeira mudança nas relações de consumo. Para o consumidor final, elas trazem inúmeras vantagens, como comodidade e ausência de burocracia.

Esse modelo de tecnologia também reduz os custos para os clientes. O Uber é um dos destaques nesse quesito, por ter um preço menor em comparação com os táxis.

A facilidade é outro benefício trazido pelas plataformas digitais para os consumidores. iFood e Rappi são dois exemplos que tornaram o sistema de delivery muito mais rápido e prático, oferecendo comodidade aos clientes.

A flexibilidade de acesso e a mobilidade também são características vantajosas dos sistemas das plataformas digitais. Afinal, elas podem ser acessadas em qualquer lugar do mundo, pelo celular ou pelo computador, bastando ter uma conexão com a internet.

Além disso, empresas que adotam plataformas digitais para suportar suas operações conseguem otimizar processos, melhorar a produtividade do time e aumentar o seu faturamento.

É o que mostra uma pesquisa realizada pela Ramper, startup focada em outbound marketing. De acordo com o levantamento, 67% dos negócios entrevistados revelaram ter melhorado o faturamento após implementarem plataformas digitais para prospecção de clientes.

Por fim, para o setor de SaaS e negócios que trabalham com assinaturas, as plataformas digitais são uma excelente opção.

Elas podem fortalecer o relacionamento entre as empresas e os seus clientes, a partir de soluções de gerenciamento de cobranças recorrentes, de pagamentos (boleto, cartão e Pix) e de conta digital completa para pessoas jurídicas.

Se você quer descobrir uma plataforma de gestão de negócios recorrentes, conheça a Superlógica Assinaturas e otimize os resultados da sua empresa!

Nova call to action

Sobre a Superlógica

Superlógica desenvolve o melhor e mais completo software de gestão para negócios recorrentes, como empresas SaaS e as demais que cobram por mensalidades e assinaturas. Somos referência em economia da recorrência e atuamos nos mercados de SaaS e AssinaturasCondomínios e Imobiliárias.

Compartilhar

Comentários

comentarios