Conciliacao bancaria um grande ladrao de tempo do empreendedor

Conciliação bancária: o grande ladrão de tempo do empreendedor

Fazer a gestão financeira de uma empresa não é tarefa fácil. Existem diversas atividades do setor que acabam demandando mais tempo do que você gostaria e exigindo uma dedicação em tempo integral. Uma dessas atividades é a conciliação bancária.

Mas você sabia que é possível automatizar completamente esse processo, otimizando tempo e evitando falhas ao longo do percurso?

Neste post, explicamos como fazer conciliação bancária, quais métodos você pode utilizar e por que apostar na automatização é a melhor escolha.

Quer tirar todas as suas dúvidas sobre o assunto? Então continue a leitura.

Por que a empresa precisa fazer a conciliação bancária?

Antes de tudo, é importante entendermos o que é conciliação bancária. Esse procedimento é uma conferência interna que a empresa faz para verificar suas movimentações de entrada e saída, comparando planilhas de controle com extratos bancários.

Assim, a organização mantém um controle de todas as receitas e despesas e pode realizar uma gestão financeira mais eficiente.

Negligenciar essa tarefa pode acarretar em diversos prejuízos para o negócio. Isso porque, quando a organização não tem um controle financeiro bem estruturado, ela acaba comprometendo seu fluxo de caixa e a previsibilidade da receita.



Como é feita a conciliação bancária?

Todos os meses seu negócio faz diversas movimentações bancárias, que precisam ser conferidas e controladas de perto. Para isso, é feito o procedimento de conciliação. Mas como esse processo é feito?

Esse tipo de operação pode ser realizada de três formas distintas: totalmente manual, por meio de arquivos de remessa e retorno ou de modo 100% automatizado. A seguir, vamos explicar melhor cada um dos métodos e suas particularidades.

Conciliação bancária manual: mais tempo e mais erros

A primeira forma de realizar a conciliação bancária do seu negócio é manualmente. Para isso, a empresa precisa criar planilhas detalhadas e fazer a comparação de cada movimentação com os extratos bancários.

É importante ter em mente que o processo manual é extremamente demorado e exige muita dedicação de um colaborador. Ou seja, é necessário que o financeiro tenha uma pessoa especializada que passará boa parte da jornada semanal de trabalho realizando essas conferências.

Além disso, a conciliação manual também está mais sujeita a falhas. Isso acontece porque nem todas as operações têm os mesmos prazos de compensação. Ou seja, é preciso que o colaborador destrinche cada detalhe dos extratos para encontrar as datas e movimentações corretas.

Mesmo com concentração e dedicação integral, contudo, as falhas ainda podem ocorrer, e é importante ter em mente que qualquer erro de digitação pode comprometer o financeiro.

Conciliação semiautomática: com arquivos de remessa e retorno

Saindo do modelo manual, temos a opção de conciliação semiautomática, ou seja, utilizando arquivos de remessa e retorno.

Nesse cenário, quando uma cobrança é gerada no sistema de gestão, é enviado um documento de remessa para o banco, contendo instruções que devem ser analisadas.

Após a análise, o banco envia um arquivo de retorno de volta para a empresa. Assim, é possível verificar todas as entradas e saídas condizentes com o que consta no extrato.

Apesar de esse tipo de conciliação ser feito de forma mais centralizada, importando arquivos do sistema de gestão, ele ainda não é totalmente automático. Sendo assim, o processo ainda exige trabalho e tempo do financeiro.

Conciliação 100% automática com o Superlógica Assinaturas

Por fim, existe uma forma de automatizar totalmente a sua conciliação bancária, dispensando qualquer trabalho manual. É a solução proposta pelo Superlógica Assinaturas.

Quando uma empresa assina a plataforma, ela adquire também uma conta digital integrada ao sistema, o que possibilita uma conciliação bancária em tempo real, completamente automática.

Desse modo, os controles financeiros do sistema são atualizados automaticamente sempre que ocorrer alguma movimentação na conta, dispensando a necessidade de arquivos de remessa e retorno ou quaisquer conferências manuais.

Como vimos, a conciliação bancária é um processo de extrema importância para a gestão financeira. No entanto, quando feito de forma manual, a tarefa se torna demorada, trabalhosa e suscetível a inúmeras falhas.

Assim, apostar na solução Superlógica Assinaturas é a melhor forma de automatizar o processo e garantir um controle mais eficiente das entradas e saídas, prevenindo prejuízos à organização.

Quer entender melhor como a plataforma pode ajudar o seu negócio? Agende uma demonstração ou fale com um de nossos consultores.

Nova call to action

Sobre a Superlógica

Superlógica desenvolve o melhor e mais completo software de gestão para negócios recorrentes, como empresas SaaS e as demais que cobram por mensalidades e assinaturas. Somos referência em economia da recorrência e atuamos nos mercados de SaaS e AssinaturasCondomínios e Imobiliárias.

Compartilhar

Comentários

comentarios