Conheça os principais problemas nos condomínios e saiba como a tecnologia ajuda a resolvê-los

Por: Flávio Fernandes4 Minutos de leituraEm 17/03/2022Atualizado em 12/05/2022

Há vários tipos de problemas nos condomínios, e o papel do síndico e da administradora é buscar alternativas para eliminá-los ou reduzi-los.

Para encarar esses desafios, é necessária uma abordagem diferente da usada na gestão de empresas. Isso porque os condomínios têm várias particularidades que devem ser levadas em conta.

Felizmente, há cada vez mais soluções tecnológicas desenvolvidas especialmente para esse segmento. Explorar essas possibilidades é o melhor caminho para melhorar a gestão e a vida em condomínio.

A seguir, apresentaremos alguns dos principais problemas nos condomínios e, depois, como a transformação digital tem ajudado a resolvê-los.

Inadimplência dos condôminos

É muito difícil eliminar completamente o problema da inadimplência (a não ser que o condomínio contrate uma solução de Inadimplência Zero).

De qualquer maneira, é importante sempre estar de olho em suas taxas e, claro , tentar reduzi-la o tanto quanto for possível. 

Para essa missão, um dos melhores recursos tecnológicos é a Régua de Cobrança. Resumidamente, consiste na automatização do envio, por e-mail ou SMS, de lembretes e mensagens de cobrança mensalmente. 

O interessante é que é possível programar mais de uma mensagem. Por exemplo, um lembrete 5 dias antes do vencimento, outro 1 dia antes e outro após o vencimento, já com o boleto atualizado.

Assim, é menos provável que os condôminos esqueçam de realizar o pagamento na data prevista. 

Outro recurso que reduz a inadimplência nos condomínios é a possibilidade de receber os pagamentos por cartão de crédito.

Assim, a cobrança é feita automaticamente na fatura do condômino e, claro, sem comprometer o seu limite. Em caso de inadimplência, o credor será a empresa emissora do cartão, e o condomínio receberá o valor completo.

Gestão financeira complexa

Muitos condomínios têm uma estrutura que se assemelha à de uma pequena empresa. Por isso, a gestão financeira pode ser até um pouco complexa. 

Ter um bom controle do fluxo de caixa, pagar os compromissos em dia, organizar o capital de giro para manutenções, planejar investimentos e prestar contas aos condôminos, sem dúvidas, é essencial para manter a ordem. 

Para simplificar esses processos, o melhor é contar com uma plataforma de gestão integrada com uma conta digital. A Superlógica, por exemplo, permite pagar contas no próprio software de gestão, além de facilitar a conciliação bancária e a prestação de contas, assunto do tópico seguinte.

Pouca transparência na prestação de contas

A prestação de contas aos condôminos é uma exigência legal, presente no Código Civil.

No processo tradicional, o síndico ou administrador do condomínio organizava as informações financeiras (contas, recibos, notas fiscais, balancetes e resumo geral das despesas) em uma pasta física.

Modelo pouco eficiente, bastante suscetível a erros e pouco transparente — afinal, explicar as origens e destinos do dinheiro era um processo truncado, pouco ágil.

Com a transformação digital, condomínios que contam com uma boa plataforma de gestão, integrada à conta digital, têm um processo de prestação de contas automatizado.

Basta ter um ambiente acessível pelos condôminos com usuário e senha e integrado com os controles financeiros do software. É simples e não precisa esperar a realização da assembleia para saber como o dinheiro está sendo gerido.

Baixa participação nas assembleias

A realização de uma Assembleia Geral Ordinária uma vez por ano é outra obrigação de síndicos e administradores de condomínios.

Nela, ocorre a prestação de contas e eleição/destituição de síndico, além de outras deliberações que podem ser propostas.

Também podem ser realizadas assembleias extraordinárias, que não são obrigatórias e servem para apresentar assuntos diversos à deliberação dos condôminos.

Seja qual for o tipo, o modelo tradicional de assembleia é presencial (no salão de festas do prédio ou em uma sala de evento em outro local), em data e horário específicos. Por ser pouco flexível, e por vezes resultar em reuniões maçantes, o quórum costuma ser baixo.

A solução apresentada pela tecnologia é a assembleia virtual. O modelo da Superlógica é bem mais inteligente que uma simples videoconferência, já que a participação pode ser remota. 

Desse modo, as votações e oportunidade de manifestações ficam abertas por vários dias (o prazo exato é configurável), dando a todos a oportunidade de participar quando e do jeito que acharem melhor.

Além disso, ainda comporta o modelo híbrido, mantendo a reunião presencial para quem prefere continuar com a assembleia tradicional.

Dificuldades no atendimento aos condôminos

Especialmente em condomínios grandes, atender aos condôminos com a atenção que eles merecem é um grande desafio para síndicos e administradoras. Por isso, quanto mais demandas os moradores conseguirem resolver por conta, melhor, certo? 

Nessa área, as plataformas de gestão podem colaborar com algumas funcionalidades. Uma delas é a emissão da segunda via do boleto por conta própria, utilizando aplicativo ou site da administradora. 

A outra é a reserva de espaços comuns, como salão de festas e churrasqueiras, também por canais digitais, mediante login com usuário e senha.

Superlógica tem todas as soluções que você precisa

Até aqui, ficou claro que há muitas possibilidades para melhorar a gestão e a vida nos condomínios com o uso da tecnologia.

Melhor ainda quando todas as soluções apresentadas neste artigo são encontradas na mesma plataforma, não?

É o que a Superlógica proporciona. Além de um sistema de gestão, somos a primeira e única instituição financeira para condomínios do Brasil.

Ou seja, a administradora e os condomínios que ela administra obtêm os benefícios na gestão financeira (como conta digital, Inadimplência Zero, seguros, etc.) e recursos como assembleia virtual e solução de autoatendimento para os condôminos.

Quer experimentar todas essas vantagens? Conheça a Superlógica!

New call-to-action

Leitura Recomendada