condomínio via cartão de crédito

Vantagens em receber o condomínio via cartão de crédito

A popularidade do cartão de crédito nunca esteve tão em alta, isso fez com que diversos setores começassem a adotar este meio de pagamento para oferecer mais opções aos seus clientes. Tendo isso em vista, incluir a modalidade para receber o condomínio via cartão de crédito pode ser uma alternativa bastante vantajosa para administradoras.

De acordo com os dados da ABECS (Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços), cerca de 96% das pessoas que tem mais de 18 anos e vivem em cidades com 100 mil ou mais habitantes usam o cartão de crédito todo mês, e 55% delas usam todos os dias.

Além disso, em 2018, 60% das transações feitas em cartões (incluindo débito e pré-pagos) foram através da modalidade de crédito. No primeiro trimestre de 2019, os pagamentos via cartão de crédito foram 17,8% mais altos do que no mesmo período do ano anterior. 

Ou seja, essa forma de pagamento está cada vez mais difundida entre as pessoas e vem sendo usada com muita frequência.

Ainda que seja uma opção mais comumente aceita em processos de compra e venda, a utilização para cobranças recorrentes de serviços está se popularizando, como é o caso da Netflix e do Spotify, por exemplo.


Vantagens em receber o condomínio via cartão de crédito

Existem algumas vantagens e desvantagens na hora de optar por receber o condomínio no cartão de crédito, tanto para o cliente quanto para a administradora de condomínios. Confira a seguir.

Vantagens

Uma das grandes vantagens da cobrança do condomínio por cartão de crédito é a praticidade que gera para o cliente. Ele só precisará fornecer os dados uma vez e o pagamento acontecerá de forma automática todos os meses. Dessa forma, não há o risco do cliente esquecer de realizar o pagamento e ficar inadimplente.

Além disso, através do cadastro do cartão de crédito, a administradora já tem a confirmação de que poderá contar com aquela receita mensalmente. Afinal, o valor é cobrado de forma automática e raramente os cartões são recusados. 

Se o processamento do pagamento não pode ser feito, por algum motivo, o sistema de gestão, como o Superlógica, faz retentativas inteligentes. E se ainda assim, não for possível concluir o pagamento, pode-se configurar um disparo automático de comunicado com o boleto anexado para o e-mail ou SMS do pagador.

A segurança é mais um ponto a se considerar, porque as operadoras de cartões possuem alto investimento em ferramentas para se prevenir contra sequestro de dados. Assim, as transações podem ser realizadas em um ambiente bastante confiável.

Para o cliente, ainda há a vantagem dos programas de pontos e milhas que muitas operadoras de cartão de crédito oferecem. Ele pode realizar o pagamento por essa modalidade e acumular esses benefícios para trocar em passagens aéreas, por exemplo.

Desvantagens

A principal desvantagem é a alta tarifa cobrada pelas operadoras de cartões que acabam fazendo diferença no valor recebido em comparação aos boletos, que possuem um valor fixo de tarifa. Por ser um valor cobrado de forma percentual, quanto maior o custo do condomínio, mais será pago nesta tarifa.

Entretanto, a integração entre o Superlógica Condomínios e o PJBank soluciona essa questão. A tarifa na cobrança via cartão de crédito é fixa, similar aos boletos que já são comumente utilizados. 

O cartão de crédito como aliado contra a inadimplência

A vantagem mais significativa para a administradora ao adotar o cartão de crédito como uma alternativa de pagamento do condomínio é a diminuição da inadimplência.

A inadimplência é algo que acontece com certa frequência nos condomínios, mas neste momento da crise da COVID-19, algumas incertezas cercam os gestores de administradoras.

Por isso, o cartão de crédito pode ser uma ótima opção para que não se tenha tantos inadimplentes. A operação de pagamento é feita entre a operadora do cartão e o cliente, sendo assim a administradora não precisa se preocupar com a falta daquele valor.

Como é uma cobrança que acontece automaticamente e de forma recorrente, também não há risco de esquecimento do pagamento por parte do cliente, algo bastante comum com o habitual uso de boletos.

Se ainda assim houver problema no processamento do pagamento, a administradora pode programar sua régua de cobrança para enviar mensagens automáticas para que o cliente troque o cartão de crédito cadastrado ou então solicite um boleto atualizado para o pagamento do condomínio. 

A cobrança via cartão de crédito é uma ótima opção para diminuir a inadimplência dos condôminos e garantir que a receita da administradora não seja profundamente impactada.

A principal vantagem, na verdade, é para o condômino que ganha conveniência e liberdade para pagar da maneira que achar melhor. Também, é uma melhor opeção para o planejamento financeiro desses indivíduos, visto que eles quitam suas contas todas de uma vez num único título, a fatura do cartão.

Sobre a Superlógica

A Superlógica desenvolve o software de gestão líder do mercado brasileiro para empresas de serviço recorrente. Somos referência em economia da recorrência e atuamos nos mercados de SaaS e Assinaturas, Condomínios, Imobiliárias.

Nova call to action

Compartilhar

Comentários

comentarios