8 dicas para maximizar o lucro da sua empresa

Por: Time Superlógica5 Minutos de leituraEm 04/07/2022Atualizado em 02/08/2022

A maximização do lucro é o principal objetivo das empresas. E a premissa para alcançá-lo é muito simples: aumentar as receitas sem que os custos cresçam na mesma proporção. O que muda nos diferentes segmentos e nichos são as soluções utilizadas para alcançar tal objetivo. A seguir, apresentamos oito dicas para maximizar os lucros nos negócios. Confira.

1. Diversificação de produtos e serviços

Toda empresa tem um produto ou serviço que é o carro-chefe, que vende mais e é responsável pela maior parcela das receitas.

Mas é importante ter opções para que o cliente atual, que conhece sua marca e está satisfeito com ela, evolua na relação e contrate mais serviços.

Nos serviços por assinatura, a solução para a diversificação é oferecer três ou mais opções de plano: um básico ou gratuito (que permite realizar algumas ações, mas tem limitações), um médio (com as principais funções) e um premium (o mais caro e mais completo).

O plano médio costuma ser o mais assinado, mas o fato de existir uma opção melhor traz para o SaaS (software como serviço) uma oportunidade de upselling, isto é, fazer com que o cliente assine uma versão mais sofisticada do produto.

Outra possibilidade é o cross-selling, ou venda cruzada: a venda de produtos ou serviços relacionados e complementares ao que o cliente já assina.

2. Melhore a experiência do cliente

Essa dica vale especialmente para as empresas SaaS. Investir em um software fácil de usar tem relação com as receitas do negócio. Como? Em muitos casos, a necessidade de prestar suporte para muitos usuários é um dos entraves para escalar o SaaS.

A lógica é simples: se os usuários têm dificuldade para usar a plataforma, eles vão demandar mais da equipe responsável por atender demandas por e-mail, chat ou telefone. Assim, quanto mais clientes são adquiridos, maior deve ser essa equipe.

Um software intuitivo, com navegação simples e boa usabilidade, reduz a necessidade de crescer o time de atendimento e suporte, porque faz com que o usuário encontre as soluções por conta própria.

Além disso, é claro que essas características estão intimamente ligadas com os níveis de satisfação dos clientes, o que aumenta o lifetime value, as indicações e as chances de upselling e cross-selling.

SAIBA MAIS: Lifetime value (LTV): saiba tudo sobre essa importante métrica SaaS

3. Produza tutoriais e páginas de suporte

Ao desenvolver um software intuitivo e com boa usabilidade, as dúvidas dos usuários irão  diminuir, mas dificilmente serão evitadas totalmente.

O que acontece é que as principais questões podem ser mapeadas e motivar a criação de conteúdo para ser disponibilizado aos usuários com a intenção de explicar como proceder nesses casos.

Esse conteúdo pode ser:

  • Tutorial em vídeo, mostrando as telas e as interações do cursor, solução ideal para ensinar uma sucessão de passos em um processo de uma complexidade maior.
  • Compilação de artigos em página de suporte, em forma de FAQ, de preferência com prints das telas para facilitar a compreensão.

Acesse a página assinaturas.superlogica.com e veja um exemplo de como estruturar um repositório de conteúdos de suporte ao usuário.

Embora a produção de um conteúdo desse tipo dê mais trabalho do que simplesmente explicar os passos pessoalmente ao cliente, isso só é feito uma vez. O mesmo conteúdo pode ser lido por vários usuários que, por encontrarem as respostas que procuram, evitam usar os canais de contato.

4. Invista em customer success

Uma outra dica para maximizar resultados é investir no acompanhamento do sucesso do cliente, o que é feito na estratégia conhecida como customer success (CS).

Trata-se de uma estratégia de pós-venda em que colaboradores entram em contato com os clientes para se certificar de que eles estão obtendo os resultados desejados com o produto ou serviço adquirido.

As ações de CS partem do princípio de que, sempre que um cliente realiza uma compra ou assina um serviço, ele tem objetivos que deseja alcançar com o produto adquirido.

O que o profissional de customer success faz é agir de maneira proativa, contatando o cliente para garantir que ele alcance seus objetivos. Assim, sua empresa se antecipa, evita problemas e oferece soluções.

O CS pode ajudar na maximização do lucro facilitando o upselling e cross-selling, mas, antes disso, reduzindo o churn rate, ou taxa de cancelamento.

SAIBA MAIS: Customer success: por que é tão importante para seu negócio de assinaturas

5. Integre comunicação e vendas com o funil de vendas

Funil de vendas é uma representação das fases que o cliente percorre até fazer uma compra. Segundo o modelo original, o funil era composto por 4 etapas: atenção, interesse, desejo e ação.

Nas empresas SaaS, utiliza-se o funil de vendas digital, cujas principais fases são visitantes, leads, oportunidades e clientes.

Há outras classificações com diversas etapas adicionais, mas também podemos simplificar, considerando apenas topo, meio e fundo de funil.

  • Topo do funil: são pessoas que ainda estão compreendendo o próprio problema antes de considerarem as possíveis soluções.
  • Meio do funil: a pessoa já compreendeu seu problema e começa a analisar os caminhos para resolvê-lo.
  • Fundo do funil: são as últimas etapas, quando o usuário passa a comparar as opções de produtos e serviços, analisando preços e benefícios, antes de decidir pela compra.

Usando essa ferramenta no planejamento da produção de conteúdo, a equipe de marketing mantém sempre o foco nas dores do cliente e se comunica nas diferentes fases do funil.

Assim, em uma estratégia de marketing de conteúdo, não se produz tráfego pelo tráfego, e sim com o objetivo de entregar à equipe de vendas leads qualificados, com boas chances de assinar o serviço.

A relação dessa estratégia com a maximização dos lucros é que ela ajuda a diminuir o custo de aquisição de clientes

6. Valorize o tráfego orgânico

Tráfego orgânico é quando as pessoas visitam os sites de forma espontânea, na maioria das vezes após alguma busca no Google, e não clicam em anúncios antes.

Em alguns nichos, a concorrência é grande e pode ser difícil posicionar o conteúdo nas primeiras posições da página de resultados do buscador. Mas o esforço vale a pena.

A dica é aproveitar o capital intelectual e know-how da empresa para produzir conteúdos altamente especializados e, de preferência, longos.

Se você conseguir publicar, uma vez por semana ou quinzena, um artigo de blog com mais de 2 mil palavras, depois de um ano terá um bom repositório de conteúdo.

7. Analise a performance de SEO e SEM

Nossa dica, aqui, é especializar-se na análise da performance dessas estratégias, usando ferramentas como Google Analytics, Google Search Console e SEMrush. Elas fornecem números importantes para aprimorar a criação dos anúncios e a produção de conteúdo.

No SEO, você pode analisar quais palavras-chave e artigos do blog geram mais tráfego e conversões, por exemplo, o que gera insights valiosos para planejar as próximas ações.

Já no SEM, uma boa performance está relacionada com o custo-benefício: a meta é criar anúncios que geram um bom tráfego a um custo baixo, e a análise dos números é o que permite melhorar os resultados.

8. Otimize a cobrança e a gestão financeira

Por fim, mas não menos importante, melhorar os processos de gestão financeira é outra maneira de tornar o negócio mais eficiente e lucrativo.

Veja alguns recursos que você deve ter:

  • Software de gestão: para organizar os registros de entradas e saídas do caixa, de preferência uma plataforma em nuvem desenvolvida especialmente para negócios recorrentes;
  • Cobrança automatizada: os negócios precisam também ter uma boa ferramenta de régua de cobrança para cobrar e receber sem perder tempo;
  • Conciliação bancária automática: no cenário ideal, os empreendedores não perdem tempo ao cruzar informações da conta bancária com o controle financeiro do software, porque está tudo integrado.

Todos esses três recursos, e muitos outros, você encontra na Superlógica, pois temos uma plataforma de gestão de assinaturas desenvolvida especialmente para simplificar o dia a dia dos negócios recorrentes e empresas SaaS.

Quer saber mais? Conheça a Superlógica e fale com um especialista!

Inscreva-se no Superlógica Next 2022

Leitura Recomendada