Pagamento recorrente o que é e como gerir

Pagamento recorrente: o que é e como gerir?

O próprio nome já diz: o pagamento recorrente é um modelo em que o cliente paga continuamente por um produto ou serviço.

Para as empresas é um dinheiro garantido todo mês, a melhor forma de garantir um fluxo de caixa constante e escalável na sua empresa.

Mas para o tão desejado faturamento recorrente ocorrer, é preciso adaptar a sua gestão.

Além de observar o dinheiro entrando no caixa da sua empresa, são necessários processos como a análise de métricas, disponibilização de meios de pagamento, cobrança de inadimplentes, entre outros.

O que é pagamento recorrente?

Pagamento recorrente é uma cobrança automática do cliente por um serviço. É o caso da Netflix, Spotify, PlayStation Plus e outras empresas de Software as a Service (Saas).

É tão automático que o cliente apenas registra o cartão, usufrui do serviço à vontade e todo mês o pagamento recorrente cai na mesma data, sem que ele precise fazer nada.

Para muitos clientes, é uma forma conveniente de assinar serviços diversos sem correr o risco de esquecer o pagamento.

Vantagens dos negócios recorrentes

Já falamos do principal benefício dos negócios recorrentes, que é justamente manter um fluxo contínuo de caixa.

Além disso, é uma forma de fidelizar clientes.

Caso ofereça um serviço de qualidade e com valor justo, os clientes nem vão pensar que estão pagando todo mês — estarão contentes em continuar o pagamento recorrente. É o que acontece com a Netflix, por exemplo.

Por isso, é escalável: em vez de ficar “na caça”, prospectando novos clientes e pressionando os vendedores a baterem metas com tíquetes altos, o pagamento recorrente foca mais em fidelizar clientes já existentes e evitar o churn.



Como receber pagamentos recorrentes?

Existem 3 meios principais para receber pagamentos recorrentes no Brasil:

  1. Boleto
  2. Cartão de crédito
  3. Débito automático

Cada uma tem seus prós e contras. O boleto é o meio de pagamento mais popular (lembrando que 1 em cada 3 brasileiros não possuem conta bancária), enquanto com o cartão de crédito a comodidade é maior e a inadimplência menor.

Vamos falar mais sobre isso a seguir.

Formas de cobrança recorrente

Como funciona cada forma de cobrança recorrente e quais são os prós e contras de cada?

Boleto

A vantagem do boleto é que o dinheiro entra na conta entre 1 a 2 dias úteis, enquanto com o cartão pode levar 30 dias.

É o meio de pagamento mais usado no B2B (business to business), os negócios entre empresas.

Além disso, a cobrança de boleto é a mais acessível para os brasileiros que não possuem conta bancária ou cartão. Assim, você aumenta o escopo e a possível audiência dos seus serviços.

Mas qual seria a desvantagem? É o risco de inadimplência. Após emitir o boleto, nada garante que ele será pago. O cliente pode deixar de pagar ou esquecer da cobrança.

Por isso, é necessário um sistema de gestão das assinaturas.

Cartão de crédito

O cartão de crédito faz a cobrança automática do cliente e, por isso, não há risco de esquecimento.

É o meio de pagamento que mais cresce para serviços digitais, principalmente no caso dos serviços de streaming. Os bancos digitais tornaram o cartão de crédito mais acessível à população, com menos taxas e burocracia.

Porém, há para a empresa taxas elevadas e o pagamento pode demorar até 30 dias para cair.

Débito automático

O débito automático permite que a empresa automaticamente faça a cobrança, “retirando” do saldo o valor pelo serviço.

É feito sob contrato, no qual o cliente tem que concordar para o débito automático ser realizado todo mês.

Por isso, existem alguns entraves para implementação dessa forma de cobrança: o banco precisa oferecer o débito automático à sua empresa (sob convênio) e, para empresas menores, há o risco de ser recusado (os bancos temem ser uma fraude).

A Superlógica trabalha com as tarifas e taxas mais competitivas do mercado B2B para recebimento via cartão de crédito e boletos.

Por que seu negócio recorrente precisa de um sistema de gestão?

Um sistema de gestão permite que essas cobranças sejam realizadas de forma automática, além de fornecer métricas de churn rate.

O sistema de gestão disponibiliza diversas ferramentas para combater a inadimplência, como avisar o cliente por email ou SMS (régua de cobrança).

Assim, você foca mais no que importa: aumentar a qualidade de seus serviços para fidelizar clientes, em vez de perder tempo com burocracias de cobrança de pagamento.

Para saber mais, conheça nosso sistema de gestão de assinaturas. Um software feito sob medida para empresas de SaaS e outros negócios que dependem do pagamento recorrente para terem sucesso.

Nova call to action

Sobre a Superlógica

Superlógica desenvolve o melhor e mais completo software de gestão para negócios recorrentes, como empresas SaaS e as demais que cobram por mensalidades e assinaturas. Somos referência em economia da recorrência e atuamos nos mercados de SaaS e AssinaturasCondomínios e Imobiliárias.

Compartilhar

Comentários

comentarios