O que é endomarketing

O que é endomarketing e por que sua empresa deve investir nessa estratégia

Endomarketing é a mesma coisa que marketing interno. Trata-se de uma estratégia de marketing voltada para dentro da empresa, com o objetivo de promover e melhorar a imagem da companhia entre os seus colaboradores.

Se o marketing, sem o “endo”, é uma estratégia que trabalha oferta e a comunicação para vender mais ao público externo, no endomarketing é o contrário. O “vender” é no sentido figurado: vende-se ao público interno a ideia de que a empresa é um ótimo lugar para se trabalhar.

Por que investir em endomarketing nas empresas?

Os principais objetivos do endomarketing são diminuir a taxa de rotatividade (turnover) da empresa e aumentar a motivação dos colaboradores.

Afinal, como dito antes, a estratégia promove a imagem interna da organização. Por sinal, quando ela tem um bom conceito entre os colaboradores, a retenção de talentos tende a ser maior.

É por isso que o investimento em endomarketing vale a pena! Quando bem executado, traz redução de custos e aumento na produtividade e criatividade entre o time, consequências do menor turnover e maior motivação.

Dicas e exemplos de ações de endomarketing

Em primeiro lugar, é preciso deixar claro que o endomarketing não terá efeito se a empresa não colocar em prática a cultura que diz ter.

No marketing é assim: ações de comunicação desconectadas da realidade da companhia pegam mal entre os consumidores, e o tiro pode acabar saindo pela culatra.

No caso do endomarketing, o risco é ainda maior. O público a ser impactado vive o dia a dia da organização, ou seja, a conhece muito bem.

Então, em vez de apenas propagar mensagens bonitas de comunicação interna, o melhor é agir. A seguir, apresentamos algumas dicas e sugestões.

1. Comece pelo básico

Se o objetivo é ser vista como uma boa marca empregadora, a empresa precisa ter os atributos básicos para ser reconhecida como tal.

Alguns exemplos:

  • remuneração compatível ou, de preferência, acima da média do mercado;
  • bom pacote de benefícios;
  • plano de carreira;
  • premiação por metas alcançadas;
  • boa estrutura e ambiente de trabalho.

2. Promova espaços para o diálogo

Um dos fatores que ajudam a criar uma boa cultura organizacional é o espaço para que colaboradores troquem impressões e ideias. Aqui, não importa quais sejam os setores ou níveis hierárquicos. 

Sendo assim, o diálogo e diversidade de pensamentos são favoráveis para o clima e ótimo para fomentar a criatividade. 

3. Envolva os colaboradores nas decisões

Por que não democratizar algumas decisões da empresa? Aproveite a dica anterior para responder a essa pergunta, usando os espaços de diálogo e cocriação como ferramentas de gestão.

Se a empresa enfrenta algum desafio, o melhor a ser feito é envolver os colaboradores para debaterem sobre possíveis soluções criativas. Além disso, isso irá promover a criatividade e dar um up na motivação. 

4. Promova espaços de integração

No tópico 2 quando falamos em espaços para diálogo, a ideia era justamente incitar debates relacionados ao trabalho.

Mas também vale a pena incentivar trocas que não têm nada a ver com o serviço. Que tal organizar festas temáticas, happy hours e até iniciativas como clubes de leitura?

Os colegas de trabalho poderão se conhecer como pessoas, tornando-se mais próximos, por exemplo. Além disso, ainda ajuda a tornar o ambiente mais leve e promover o bem-estar geral da equipe.

5. Invista na formação e desenvolvimento dos colaboradores

Quando um profissional se qualifica, com treinamentos, cursos, seminários, workshops, etc., a empresa também ganha. Afinal, ela terá um colaborador mais capaz de realizar um bom trabalho.

Se ela se dispôs a pagar integral ou parcialmente a formação, ganha mais uma vez. Esse investimento terá um reflexo positivo na retenção de talentos.

6. Faça pesquisas de satisfação e feedbacks 360º

Pesquisas de satisfação e clima organizacional são importantes para ajudar os líderes a entenderem se realmente estão criando um ambiente de trabalho positivo.

Além dessa ferramenta, é interessante que as lideranças implementem o modelo de feedback 360º. Nele, o colaborador é avaliado e tem a oportunidade de expressar seus planos e sentimentos com relação à organização.



 

Conclusão

No fim, talvez tenha percebido que a maioria das dicas que apresentamos acima já foram colocadas em prática na sua empresa, certo? Faltou apenas relacioná-las ao endomarketing. 

Agora, se conseguiu fazer essa associação sozinho, ótimo! Você está no caminho certo! Sem dúvidas, demonstrou que realmente se preocupa com o bem-estar dos colaboradores e em manter um bom ambiente de trabalho.

Esse cuidado só colabora com a constante construção da imagem de boa empresa para se trabalhar.

Gostou desse conteúdo? Então, compartilhe o artigo com seus seguidores nas redes sociais!

 

Sobre a Superlógica

A Superlógica desenvolve o software de gestão líder do mercado brasileiro para empresas de serviço recorrente. Somos referência em economia da recorrência e atuamos nos mercados de SaaS e Assinaturas, Condomínios, Imobiliárias

Compartilhar

Comentários

comentarios