metodologia DISC para home office

Como a metodologia DISC pode aumentar a produtividade durante o home office?

Conteúdo desenvolvido pelo time da Sólides

Em um cenário de incertezas nas empresas, decorridas da pandemia de COVID-19, é normal que os colaboradores se sintam desmotivados e fiquem menos produtivos diante de tantas notícias negativas. Em razão dessa realidade, a metodologia DISC pode ser uma grande aliada dos gestores na geração de insights, para que suas empresas aumentem a produtividade — mesmo priorizando manter a saúde da sua equipe.

Tendo o distanciamento social como principal recomendação para a prevenção do contágio do novo coronavírus, o home office se tornou a opção mais segura para proteger a saúde dos colaboradores. Mas as pessoas se comportam de maneiras diferentes diante de uma mesma situação, não são todos os profissionais que se adaptam com facilidade ao trabalho remoto. 

E é nesse momento que utilizar um software de inteligência de dados, com base na metodologia DISC, pode deixar esse tipo de trabalho mais eficaz e motivador para o time, por conta da leitura correta dos dados que esse método proporciona. 

Se você quer saber mais sobre como adaptar sua empresa ao trabalho home office e, ainda, aumentar a produtividade da sua equipe utilizando a metodologia DISC, continue a leitura e entenda melhor!


O que é metodologia DISC? 

Em 1920, o psicólogo William Moulton Marston publicou o livro “As emoções das pessoas normais”, no qual desenvolveu conceitos comportamentais para os indivíduos, classificando-os de acordo com perfis. Esses conceitos foram a base para o que hoje conhecemos como a metodologia DISC que, atualmente, serve como referência para diversos softwares de RH.

Nessa publicação, Marston descreve quatro tipos comportamentais principais, os quais originaram a expressão DISC:

  • Dominance (dominância): remete ao controle, poder e assertividade;
  • Influence (influência): relacionada à comunicação e às relações sociais;
  • Steadiness (estabilidade): diz respeito à paciência e persistência;
  • Conscientiousness (cautela): relativa à organização e à estrutura.

Em posse das informações sobre os perfis comportamentais, a Metodologia DISC possibilita uma maior segurança na elaboração de ações e estratégias para a gestão e desenvolvimento de pessoas, além de uma análise mais justa do ser humano. 

Segundo esse método, toda pessoa tem peculiaridades, como forças, motivações, formas de gerenciamento e comunicação, entre muitas outras atribuições que nos proporcionam um profundo autoconhecimento. 

Logo, alguns perfis são mais adequados para determinadas funções ou têm mais facilidade para desenvolver certas habilidades. Isso não quer dizer que um seja melhor que o outro, e sim que cada pessoa é única e tem maior chance de obter sucesso em atividades de acordo com seu perfil predominante.

Como foi a evolução dos perfis DISC?

As publicações de Marston foram somente o primeiro passo. Depois, vieram muitos outros estudos e a criação de diversas ferramentas para definir, por meio de teste DISC, em qual perfil comportamental cada pessoa se encaixa. 

Com o tempo, adequações foram realizadas na metodologia, como a nomenclatura dos perfis, já que a tradução não transmitia a ideia clara das características predominantes em cada um deles. 

Assim, com a evolução da metodologia, hoje, contamos com novas nomenclaturas, respectivamente correspondentes a cada perfil DISC que você conhecerá no próximo tópico.

Quais os perfis comportamentais? 

Antes de detalharmos cada perfil, é importante ter em mente que temos atributos de todos eles, porém um predominará pela forma como pensamos e pelas nossas atitudes diante das mais diversas situações. 

As características que prevalecem em cada indivíduo são obtidas por meio de um mapeamento de perfil. Isso é realizado por softwares que têm como finalidade identificar as competências comportamentais e definir o perfil dominante e secundário de cada pessoa. 

Confira abaixo uma breve descrição sobre cada perfil DISC!

Comunicador

As pessoas com esse perfil, geralmente, são sociáveis, extrovertidas, falantes e ativas. Ainda, têm um alto poder de persuasão, sabem argumentar e são encantadoras. Além disso, como prezam pelo contato social, sentem uma maior necessidade de reconhecimento e valorização.

Os comunicadores também se adaptam com facilidade a novas situações, por serem flexíveis e não gostarem de rotina. Além disso, são dinâmicos em suas ações, imaginativos e otimistas ao tomar decisões.

Executor

Os executores são pessoas voltadas à ação, por isso, trabalham ativamente para ver logo o produto do seu trabalho. Isso porque, eles têm como valores principais dois princípios que guiam seu comportamento: resultado e velocidade. 

Esse perfil tem as características essenciais para um líder de sucesso: autoconfiança, coragem para assumir riscos, posicionamento forte e disposição para alcançar seus ideais. Além disso, o executor é independente, tem iniciativa e gosta de trabalhar com autonomia.

Planejador

Pessoas com esse perfil gostam de saber onde estão pisando e, por isso, tendem a ter uma rotina linear, não se importando em cumprir regras. Além disso, são calmas, tranquilas, prudentes e disciplinadas. 

Os planejadores também são observadores, pacientes e têm bom senso, o que os capacita pelo pensamento mais estratégico, excelente para traçar objetivos e planos de ação. 

Analista

O padrão de qualidade do analista é alto e, por isso, ele tem a perfeição como prioridade na execução de suas atividades — pessoas com esse perfil tendem a ser extremamente detalhistas, ágeis e inteligentes. Ainda, são curiosas e estão sempre em busca de novos conhecimentos.

Além disso, por se preocuparem demais com a qualidade e serem mais inflexíveis diante de situações atípicas, comportamentos pessimistas podem ser comuns a pessoas com esse perfil. 

Comos os perfis comportamentais podem influenciar na produtividade durante o home office?

Agora que você já conheceu um pouco mais sobre os perfis comportamentais, ficou mais claro que mapeá-los é fundamental para uma gestão de pessoas eficiente em tempos de trabalho remoto. 

Logo, contar com um software que tem como base a metodologia DISC ajuda na organização desses dados, independente do tamanho da empresa. Ao reconhecermos os padrões e as tendências de cada colaborador, podemos separá-los em grupos e tomar decisões mais efetivas para engajá-los e aumentar a produtividade.

No caso dos comunicadores, por exemplo, que são pessoas que sentem maior necessidade de interação e coletividade, o trabalho em home office pode ser entediante. Por isso, é importante criar canais de comunicação eficientes e também dar oportunidade para que eles participem ativamente de projetos e, até mesmo, liderem alguns deles. 

Já para os analistas, profissionais que teoricamente vivem um home office produtivo, por não precisarem tanto de interação social, mas que, por outro lado, tendem a ser mais pessimistas, é fundamental realizar reuniões frequentes para que eles saibam que seus projetos estão sendo bem encaminhados. 

Em relação aos executores, que são pessoas com muita energia e adoram desafios, uma boa estratégia é estimular sua competitividade estipulando metas semanais, criando premiações e apresentar constantemente os resultados do time.

Por fim, os planejadores, por serem mais introvertidos, trabalhar em home office tende a ser mais tranquilo. Mas como têm dificuldades de se adaptar a mudanças, manter um plano de entrega para eles é fundamental. Além disso, é importante dar feedbacks constantemente para esses colaboradores, afinal, eles precisam saber como estão se saindo em suas tarefas. 

Como vimos, utilizar dos benefícios da metodologia DISC, traçando o perfil comportamental de cada colaborador é importante para fazer uma gestão de pessoas mais estratégica, não só em tempos de home office, mas também em qualquer momento que a empresa esteja vivenciando, criando um diferencial nos negócios. 

Devemos pensar que quando essa crise passar, o mercado não será mais o mesmo. Por isso, para auxiliar no mapeamento do perfil dos seus colaboradores, não deixe de utilizar o Profiler da Sólides para aumentar a produtividade e obter os melhores resultados para a sua empresa!

Sobre a Sólides

Este conteúdo foi desenvolvido originalmente pelo time da Sólides, empresa que oferece plataforma completa de Gestão de Talentos com People Analytics e Gestão Comportamental.

Sobre a Superlógica

A Superlógica desenvolve o software de gestão líder do mercado brasileiro para empresas de serviço recorrente. Somos referência em economia da recorrência e atuamos nos mercados de SaaS e Assinaturas, Condomínios, Imobiliárias.

Nova call to action

Compartilhar

Comentários

comentarios