gestão de desempenho em startups

Como usar gestão de desempenho em startups

Conteúdo produzido pelo time da Feedz

A gestão de desempenho consiste no alinhamento da performance dos colaboradores com os objetivos do negócio. Principalmente para empresas de rápido crescimento, como as startups, essa ferramenta se faz essencial para alinhar processos, impulsionar o desenvolvimento dos colaboradores e garantir que os objetivos do negócio sejam alcançados de forma estruturada e consistente. 

Isso é o que permite que as empresas ganhem escalabilidade, afinal, se os objetivos são alcançados mas ninguém sabe explicar quais os processos que levaram a isso, o negócio fica a mercê da sorte para atingir o sucesso novamente. 

A gestão de desempenho, portanto, é a ferramenta que permite que as empresas desenhem um plano de desenvolvimento para os colaboradores, acompanhe métricas a fim de entender se os esforços estão direcionados para o caminho certo e entenda onde é preciso investir mais tempo e recursos para alcançar o objetivo do negócio e poder replicar esse processo no futuro.


Benefícios da gestão de desempenho em startups

Além do direcionamento e acompanhamento da performance do recurso mais valioso de qualquer negócio, seus colaboradores, a gestão de desempenho ainda ajuda em outros campos, como:

  • Planejamento estratégico: a partir dela é possível que os gestores entendam qual a capacidade da força atual dos profissionais da empresa e desenhem metas a partir de um cenário realista.
  • Contratação estratégica: ao fazer a gestão de desempenho é possível identificar as competências dos colaboradores, mapeando quais características seriam interessantes para o cumprimento do objetivo do negócio e não estão englobadas no quadro de profissionais atual. Assim, fica mais fácil de fazer contratações de sucesso, a partir do desenho específico do perfil que se precisa. 
  • Diminuição do turnover: o custo de uma contratação mal sucedida é altíssimo para as empresas. A gestão de desempenho ajuda tanto, como mencionamos, a fazer contratações estratégicas, que têm menos propensão a dar errado, quanto a retenção dos talentos atuais do negócio. Isso porque, por meio da gestão de desempenho são identificadas as forças e fraquezas de cada colaborador, os ajudando a evoluir em seus pontos a melhorar a fim de impulsionar seu crescimento profissional. Isso traz maior motivação e engajamento. 

Planejamento de gestão de desempenho

A esse ponto você já deve estar: “tá, e como eu aplico a gestão de desempenho na minha startup?” Calma que vamos explicar!

O primeiro passo é definir os objetivos do negócio e planejar o desempenho esperado. Por exemplo, se a meta principal do trimestre é aumentar as vendas por meio do marketing, deve-se fazer o que todo negócio já faz:

  1. Desenhar uma estratégia macro e entender como cada profissional se encaixa nela;
  2. Fazer reuniões 1:1 para entender como o colaborador gostaria de se desenvolver dentro desse objetivo;
  3. Estipular KPIs para os colaboradores.

O segundo passo é, a partir disso, estipular metas que serão acompanhadas durante esses três meses. Nessa etapa é que a “mágica” realmente acontece, é esse acompanhamento que permitirá que o desempenho seja condizente com o esperado para alcançar o objetivo do período. Aqui, o feedback 360º é  importantíssimo para alinhar expectativas e superar desafios de forma ágil e eficiente.

Por fim, é hora de mensurar os resultados. Aqui é que entra a famosa avaliação de desempenho, mas vamos explicar melhor isso adiante! A partir dela é possível entender como cada colaborador performou para atingir o objetivo do negócio nesse ciclo.

Gestão de desempenho vs Avaliação de desempenho

Muitas pessoas confundem esses dois conceitos, mas, na verdade, é simples diferenciá-los. A avaliação de desempenho é uma ferramenta da gestão. Ela traz insumos para os profissionais de RH entenderem como cada profissional se desenvolveu durante um ciclo, ajudando a metrificar a gestão de desempenho, o que permite que os benefícios que elencamos lá no começo do texto se concretizem. 

Pense ágil

Por fim, a gestão de desempenho funciona melhor se seguir alguns preceitos que as startups conhecem bem, como ciclos curtos, de até três meses, definição de objetivos, delegação de atividades e uso de plataformas.

Ao centralizar todas as informações para a gestão de desempenho, softwares e ferramentas podem trazer insights para os profissionais de RH, guardar todo o histórico de um profissional e trazer insumos para a tomada de decisão.

E na sua empresa, como funciona a gestão de desempenho? Conte para gente!

Sobre a Feedz

A Feedz é uma plataforma de engajamento de colaboradores, onde tem tudo que sua empresa precisa para aumentar o engajamento, melhorar a comunicação interna e reter os melhores talentos, através de um time de alto desempenho.

É a única solução necessária para cuidar do clima, engajamento, desempenho e desenvolvimento profissional, através de feedbacks contínuos, OKR, PDI, termômetro de humor, celebrações, comunicados, pesquisas internas, avaliação de desempenho e até gamificação.

Sobre a Superlógica

A Superlógica desenvolve o software de gestão líder do mercado brasileiro para empresas de serviço recorrente. Somos referência em economia da recorrência e atuamos nos mercados de SaaS e Assinaturas, Condomínios, Imobiliárias.

Nova call to action

Compartilhar

Comentários

comentarios