Como treinar colaboradores com ensino online

Como treinar colaboradores com ensino online pode aumentar a produtividade da empresa

O mercado está em constante evolução e, para não perderem espaço, as empresas precisam estar sempre se atualizando e uma das maneiras mais eficientes de crescimento é através do empoderamento dos seus funcionários. No entanto, em muitas companhias esse processo pode ser complexo e burocrático. Por isso a importância de saber como treinar colaboradores com ensino online.

Muitas empresas dizem ser impossível fazer um treinamento com todos os funcionários, por questões financeiras, estruturais, operacionais e de agenda. Algumas não dispõem de um espaço físico adequado ou esbarram na falta de interesse dos colaboradores. Realmente, fazer um treinamento presencial nessas condições pode ser uma tarefa hercúlea.

E, acima de tudo, se estamos falando de crescimento, não podemos esquecer que as empresas precisam produzir. Logo, é inviável que seus funcionários fiquem horas ou, até mesmo, dias integralmente focados em um determinado treinamento.

Por isso, hoje vamos dar 5 dicas de como treinar colaboradores com ensino online. No entanto, antes das dicas, precisamos falar sobre as vantagens dos treinamentos não presenciais e passar rapidamente pelo conceito de andragogia.



As vantagens dos treinamentos online

  1. Os gastos com pessoas e infraestrutura são infinitamente menores;
  2. Praticidade e acessibilidade;
  3. Palestrantes e demais envolvidos não precisam dar a mesma aulas repetidas vezes, basta gravá-las uma única vez;
  4. A empresa não precisa parar a sua produção para os funcionários assistirem às aulas;
  5. Para os gestores poderem medir o nível de engajamento e aprendizado dos funcionários;
  6. Para os colaboradores, existe a possibilidade de assistirem aos conteúdos em horários que melhor se encaixem em sua rotina;
  7. Os funcionários podem rever a mesma aula diversas vezes;
  8. Permite que todos assistam às aulas de acordo com o seu ritmo de aprendizagem.

Andragogia

Significa “ensinar para adultos”. Crianças e adultos possuem processos mentais diferentes, logo, aprendem de formas distintas. O conceito de andragogia surgiu na Grécia ainda no século XIX, porém ganhou mais notoriedade em meados dos anos 70 com o americano Malcolm Knowles.

Ao contrário das crianças que, quando estão na escola, estão aprendendo aquele conteúdo pela primeira vez, os adultos já possuem uma bagagem e acumulam conhecimentos de experiências passadas. Ou seja, o método tradicional de ensino – professor, quadro e giz – não se aplica muito quando lidamos com pessoas mais maduras.

E, quando relacionamos a andragogia com treinamentos corporativos, vem um ponto ainda mais importante: adultos não se engajam com conteúdos que, na visão deles, não irão acrescentar ao seu cotidiano. Se os colaboradores da sua empresa não sentirem que o curso ofertado pode impactar a vida deles, eles não irão se interessar pelo assunto.

O foco da andragogia é no ensinamento ao aluno e não no professor, ou seja, o professor atua como um facilitador, um guia e não como uma pessoa superior. Ao lidar com adultos, o instrutor deve instigá-los a ir atrás do conhecimento, pois adultos sentem-se mais confortáveis sendo os gestores de seus estudos. 

Como treinar colaboradores com ensino online

Verifique a necessidade do treinamento

Antes mesmo de começar a planejar as aulas, é fundamental saber qual é a real necessidade daquele conteúdo. Os seus funcionários precisam desse treinamento? A sua empresa precisa capacitar pessoas para determinada tarefa? A empresa tem condições de cumprir todas as promessas feitas ao lançar o curso?

Adultos precisam estar motivados a aprender, ou seja, eles não irão estudar e se dedicar se sentirem que aquele conteúdo não irá acrescentar algo de relevante em sua vida. Por mais que todo e qualquer treinamento seja importante para os membros da companhia, muitos deles não irão dedicar um tempo para assistí-lo se não houver algo em jogo, como um aumento salarial ou uma promoção.

Inove na entrega

Ainda falando sobre motivação para se dedicar aos cursos, aulas tradicionais, longas e cansativas não irão engajar público algum.

Inove na hora da entrega, opte por aulas mais curtas e interativas. Além disso, disponibilize fóruns para discussões entre alunos, plantões de dúvidas com instrutores e lives semanais. Use e abuse da gamificação, essa ferramenta deixará as aulas menos maçantes. Na hora de contratar uma plataforma EAD, veja quais dessas opções ela oferece.

Lembre-se que muitos trabalhadores enfrentam rotinas estressantes, passam horas em engarrafamentos e envolvidos em burocracias. Um curso extremamente técnico e com aulas expositivas demais irão afastar os colaboradores.

Pesquisa de mercado

Converse com os colaboradores da sua empresa, com líderes de equipe e gestores. Veja em quais áreas eles sentem mais dificuldades e quais setores da empresa poderiam melhorar. 

Além disso, tente se inteirar sobre quais canais de comunicação seus funcionários acompanham e, principalmente, como esses canais se comunicam. Dessa forma, você pode montar um treinamento muito mais assertivo. E você estará criando algo que tem demanda, logo, haverá engajamento.

Crie um conteúdo de qualidade

Os treinamentos podem ser feitos através de ebooks, cursos online e aulas ao vivo. No entanto, conteúdos extensos e engessados tendem a não engajar muito. E, por motivos como esse, cursos online tendem a ter mais êxito.

Mas, independente do meio escolhido, o conteúdo precisa ser de qualidade. Se optar por material escrito, foque em uma linguagem de fácil acesso e compreensão. No caso de cursos online, concentre-se na qualidade de áudio e imagem, além de evitar ruídos.

Escolha uma boa plataforma

A escolha de uma boa plataforma LMS para hospedar o conteúdo é fundamental para o sucesso do treinamento. Por mais que o YouTube seja o canal de vídeos mais famoso, não é a mais recomendado para cursos focados em educar uma pessoa.

Plataformas especializadas em e-learning contam com áreas exclusivas para membros e tutorias. E possuem ferramentas para elaboração de testes e provas, algo que é muito importante para medir o conhecimento adquirido através dos treinamentos.

O treinamento precisa ser personalizado de acordo com as características do seu público. É difícil encontrar uma pessoa que não tenha um smartphone nos dias de hoje, logo, é importante que o seu conteúdo seja adaptável para dispositivos móveis.

Treinar colaboradores com ensino online é, sem dúvidas, um caminho a ser seguido. Possibilitar que seus funcionários se especializem com conteúdos de qualidade e possam estudar em horários alternativos a rotina estressante do trabalho é algo muito valioso para qualquer companhia.

Além disso, treinamentos irão deixar sua equipe mais por dentro de tudo o que acontece na empresa e, consequentemente, ajudá-la com novas ideias para melhor posicionar a empresa e transformá-la em líder de mercado.

Texto feito pela Edools.

Sobre a Edools

A Edools oferece uma plataforma EAD robusta e flexível para o seu negócio, servindo para o treinamento de colaboradores e venda de cursos online. 

Sobre a Superlógica

A Superlógica desenvolve o software de gestão líder do mercado brasileiro para empresas de serviço recorrente. Somos referência em economia da recorrência e atuamos nos mercados de SaaS e Assinaturas, Condomínios, Imobiliárias e Educação

A Superlógica também realiza o Superlógica Xperience, maior evento sobre a economia da recorrência da América Latina, e o Superlógica Next, evento que apresenta tendências e inovações do mercado condominial. 

Compartilhar

Comentários

comentarios