como escolher seu sistema de gestão de assinaturas

Um guia completo para escolher seu sistema de gestão de assinaturas

A gestão de um negócio recorrente envolve muitos processos essenciais para a manutenção da saúde financeira. Para que eles sejam feitos da maneira mais eficiente, é fundamental centralizá-los em um único lugar. Para ajudar na missão de encontrar um ERP que atenda todas as suas necessidades, a Superlógica desenvolveu o eBook Como escolher seu sistema de gestão de assinaturas.

De forma didática e organizada, ele explica porque a empresa precisa de um ERP (Sistema Integrado de Gestão Empresarial) com ferramentas que simplificam e automatizam os processos de gestão financeira e administrativa. 

Recheado com dicas valiosas de gestão e acompanhamento, ele funciona como uma espécie de guia para auxiliar o gestor a encontrar o caminho certo na sua tomada de decisão. A leitura é recomendada para profissionais do segmento de SaaS e assinaturas.

Clique na imagem abaixo para pegar o seu eBook Como Escolher seu Sistema de Gestão de Assinaturas!

Nova call to action


Você verá neste artigo:


Algumas das principais vantagens que um sistema automatizado oferece à empresa

Desburocratizar as rotinas do escritório

Muitas horas por dias são gastas com tarefas básicas (e burocráticas) que poderiam facilmente ser automatizadas por um sistema. Alguns exemplos são: emissão de segunda via de boletos para clientes, emissão e envio de nota fiscal, suspensão e cancelamento de clientes inadimplentes, ações de cobrança, entre muitas outras. 

Liberar funcionários para realizarem funções estratégicas

Quando o sistema passa a realizar ações como essas citadas no item anterior, os funcionários ganham tempo para elaborar estratégias, sejam elas de vendas ou resultados internos. Assim fica cada coisa no seu lugar: às pessoas cabe o pensamento estratégico, ao sistema cabe a função mecânica e burocrática.

Aumentar as vendas

Com mais pessoas empenhadas no que é importante, os resultados também se manifestam nas conversões. As mentes pensantes podem trazer novas ideias para aumentar vendas e alcançar resultados positivos.

Garantir o sucesso dos clientes

A crescente tecnologia faz com o que o cliente queira cada vez mais ter sua própria autonomia. Um ERP qualificado oferece essa independência, pois ele não precisará entrar em contato com o suporte a cada dúvida.

Basta acessar a Área do Cliente para esclarecer as principais questões e realizar ações básicas, como alteração de dados cadastrais, visualização de faturas e histórico de cobranças. 

Ajudar o gestor a tomar decisões mais assertivas 

Funções como painéis de métricas, acompanhamento de diagnósticos, gestão de inadimplência ajudam o líder a ter em mãos, facilmente, dados importantes para a tomada de decisões. Isso ajuda a criar uma cultura organizacional voltada à referências numéricos, e não em achismos.

Por que vale a pena contratar um ERP completo?

Ao dividir funções com o sistema ocorre uma descentralização de responsabilidades que ficam na mão do gestor. E tudo isso resolve problemas recorrentes na empresa.

Pense em quantos softwares diferentes você utiliza para desempenhar atividades corriqueiras. Junto com eles exigem:

      • Senhas diferentes para cada um;
      • Necessidade de desenvolver habilidades para operar cada um desses softwares; 
      • Resolução de conflitos em caso de ineficácia ou problema operacional em algum deles;
      • Desgaste de tempo e atenção para manusear a todos. 

Esse cenário é comum nas empresas. Muitos erros causados por desorganização em processos fundamentais surgem a partir daí. Sem falar no desgaste emocional e psicológico com a sobrecarga de responsabilidade e o acúmulo de serviços.

Ao unificar funções em um único sistema, você resolve muitos problemas operacionais de uma única vez. Isso porque com um ERP completo tudo isso fica centralizado em um único software, que ainda pode ser integrado via APIs e Webhooks com outras ferramentas que o líder não queira abrir mão para fazer a gestão financeira. 


Consequências ao optar por um ERP incompleto

Por outro lado, ao contratar um ERP ineficaz, algumas dificuldades podem surgir. Veja alguns exemplos:

      • Informações descentralizadas;
      • Desorganização de funções;
      • Inconsistência de dados;
      • Processos importantes podem ficar de fora do sistema;
      • Risco de perda financeira;
      • Erros manuais em processos decisivos;
      • Falhas operacionais em momentos cruciais ;
      • Dificuldade de acesso ao suporte;
      • Dificuldade de usabilidade e contato com o cliente;
      • Desgaste de funcionários;
      • Ineficácia na segurança do sistema.

É de suma importância que a contratação de um ERP seja feita com cautela. Não adianta contratar um sistema complexo sem saber se ele atende as necessidades da equipe, desde as básicas até as mais elaboradas. É importante, também, que ele seja eficaz para o cliente. Caso não atenda as suas necessidades, a contratação pode trazer novos problemas ao invés de solucioná-los. 

Um sistema como esse pode – e deve – ajudá-lo a otimizar os processos do dia a dia da empresa, a conquistar os clientes e ser uma ferramenta primordial para alavancar os resultados. Por isso, é importante entender como fazer a escolha certa e como encontrar o ERP ideal para você, seus colaboradores e sua empresa.

Veja o que mais você vai encontrar no eBook Como Escolher seu Sistema de Gestão de Assinaturas:

Os gestores aprenderão todas as funcionalidades que um ERP precisa ter obrigatoriamente para atender sua própria empresa e seus clientes.

Algumas delas são:

      • Conciliação bancária automatizada;
      • Ferramentas de controle da inadimplência;
      • Facilidade no reajuste de contratos;
      • Ferramenta para fazer acordos;
      • Dashboard e painéis intuitivos de métricas sobre o desempenho da empresa;
      • Meios digitais de pagamentos;
      • Centro de custos;
      • Régua de cobrança;
      • Área de autosserviço para o cliente;
      • Emissão de notas fiscais;
      • e muito mais.

Outra listagem importante presente no eBook é uma sequência de perguntas prontas para o gestor fazer aos fornecedores de ERP. Essas perguntas enumeram cada uma das funcionalidades, para que o contratante seja capaz de verificar a eficácia e usabilidade do sistema. 

Você também encontra no material os erros mais comuns presentes na gestão de pagamentos recorrentes. Eles são uma espécie de guia para você verificar se está cometendo alguns desses erros e começar a prestar a atenção para não cometê-los novamente.

Nova call to action

Sobre a Superlógica

A Superlógica desenvolve o software de gestão líder do mercado brasileiro para empresas de serviço recorrente. Somos referência em economia da recorrência e atuamos nos mercados de SaaS e Assinaturas, Condomínios e Imobiliárias.

Compartilhar

Comentários

comentarios