saúde mental durante a quarentena

Saúde mental durante a quarentena: combatendo comportamentos nocivos

Por Ana Carolina Carlevaro, Sócia Diretora da Behavior Consultoria e Coach em Liderança no Grupo Superlógica

Realmente, estamos em tempos difíceis. 

Ontem 23/03, pela manhã, me peguei refletindo sobre tudo o que está ocorrendo  e constatei que deixamos detalhes importantes de lado. Pensamos no complexo e acabamos postergamos cuidados e ações que fariam toda diferença no dia a dia.

O fato de estarmos isolados socialmente, ansiosos diante do risco e da falta de previsibilidade, o processo de adaptação abrupta, o sentimento de solidão, a redução da queima de energia, a limitação de ambiente, entre outras coisas, nos levam à restrição de estímulos e, consequentemente, à necessidade de mudanças de padrões não só de comportamentos, mas também de pensamentos.

Os nossos comportamentos refletem a forma como interpretamos o mundo a partir de nossas histórias, percepções e crenças. Já os nossos pensamentos estabelecem as conexões mentais que rapidamente interferem em como nos sentimos, agimos e interagimos. Por isso, em momento de crise como este, precisamos ter uma atenção especial a nossa saúde mental e buscar por indicadores de alerta. 

Estou escrevendo esta coluna para que você se atente aos comportamentos que possam representar indicadores de ansiedade ou depressão, e dicas simples para tentar gerenciá-los. No entanto, se sentir que esses comportamentos persistem ou se intensificam com o passar dos dias, procure um psicólogo. Atualmente é possível atendimento online.

Comportamentos e dicas simples para manter a saúde mental durante a quarentena

Comportamentos

Dicas simples

Desânimos constantes Estabeleça rotinas e compromissos sociais virtuais; atente à alimentação e pratique exercícios (aulas on line, corda, yoga etc.). Areje a casa; tome um pouco de Sol, mesmo que dentro de casa. Mantenha uma rotina de sono regular.
Pensamentos disfuncionais Reconstrua os próprios pensamentos. Pergunte-se: Isto faz sentido? Qual o impacto disto? Como posso ver a situação de forma diferente? Mas tenha cuidado com as conversas internas, que podem nos prejudicar.
Postergar atividades e entregas Estratifique as entregas; faça check list e risque atividades ao finalizá-las. Essa ação traz a sensação de realização, alterando o funcionamento cerebral.
Desânimo para conectar-se às pessoas  Proponha-se ligar para uma pessoa por dia. Mantenha o encontro social diário com seu time de trabalho para um café virtual. Faça conexão com pessoas, ligue e/ou faça videochamada. Atente-se para não utilizar somente mensagem de texto. Vá à janela e cumprimente os vizinhos.
Aumento de peso Faça pequenas pausas; deixe o controle remoto da TV longe, forçando-se a levantar do sofá. Cuide da alimentação. Faça aulas online (serve para mim que não sou atleta, rs)
Alteração de autoestima Arrume-se, mesmo para ficar em casa. Faça a barba, passe batom, enfim cuide-se. Aproveite para aprender algo diferente. Têm vários cursos gratuitos. Organizar seu ambiente também favorece o sentimento de realização. CELEBRE evoluções e conquistas.
Alteração da qualidade do sono Estabeleça uma rotina; alimentação, atentar aos estímulos antes de dormir. Faça exercícios de respiração.
Percepção de limitação Permita-se fazer atividades que antes não estavam na rotina, leia temas diferentes, experimente colocar em prática algo que você gostaria. Permita-se celebrar conquistas, mesmo as que não foram celebradas ainda. Aprecie o tempo!
Medo da perda de pessoas Saliente os cuidados e incentive que sigam. Demonstre afeto e cumpra as recomendações também. Lembre-se que a melhor coisa a se fazer é prevenção.

Métodos simples para desafiar a rotina de maneira saudável

Resgate as boas experiências da vida. Os bons amigos que acabou se distanciando e usando como justificativa a falta de tempo. Seja sincero com você! Sentiu falta de pessoas, ligue para alguém. 

Eu resolvi fazer algumas ações diferentes nesses últimos dias, sempre respeitando as regras de proteção. Me aventurei em atividades que estavam esquecidas:  joguei peteca, fiz jardinagem, cozinhei um almoço diferente, mudei a decoração de ambientes da casa, liguei para pessoas com quem eu não falava por algum tempo e, por algumas horas, me permitir fazer o simples.

Propus-me, também, a ligar todos os dias para uma pessoa diferente, que sempre se sentia surpresa e agraciada com o carinho. Gastava alguns minutos falando o quanto essa pessoa é importante para mim e lembrando de bons momentos que vivemos juntas. Foi uma experiência excelente!  Pude perceber pela voz da pessoa a surpresa da ligação.

A mesma coisa ocorreu com o zelador, ao perguntar se ele estava se cuidando, se o local estava arejado, se precisava de algo… Os pequenos atos de empatia com o próximo, e consigo mesmo, fazem toda a diferença.

Desafio você a tentar fazer isso também! Ligue para alguém todos os dias com o simples objetivo de conectar-se, transformando este momento em oportunidade. Escolha novos padrões e use a tecnologia a seu favor!

Sobre a Superlógica

A Superlógica desenvolve o software de gestão líder do mercado brasileiro para empresas de serviço recorrente. Somos referência em economia da recorrência e atuamos nos mercados de SaaS e Assinaturas, Condomínios, Imobiliárias, Escolas e Cursos.

Compartilhar

Comentários

comentarios