Talks #26 – Ladmir Carvalho, CEO da Alterdata Software

Por: Rodrigo Ferreira2 Minutos de leituraEm 29/06/2022Atualizado em 30/06/2022

O Superlógica Talks recebe neste episódio Ladmir Carvalho, CEO e fundador da Alterdata Software, empresa brasileira de desenvolvimento de software de gestão empresarial. Vencedor do prêmio Empreendedor do Ano de 2006 da Endeavor e Revista Você S/A, Ladmir também foi o Empreendedor do Ano de 2016 da Ernest Young.

No papo com André Baldini e Marcelo Okuma, o CEO deu uma aula de gestão empresarial para líderes e empreendedores de qualquer mercado. Ele falou também sobre a importância de ter bons líderes durante momentos difíceis: “Quando o mar está revolto, aí que se vê quem é bom comandante”, explicou.

A conversa também abordou as melhores oportunidades que Ladmir já aproveitou e os piores erros já cometidos – e o que ele aprendeu com isso. Confira um trecho: 

Ladmir: Eu já era um bom orador, eu conhecia meu conteúdo de cabeça, não precisava levar Powerpoint. Se você espera a oportunidade aparecer para se preparar, você pode perder muitas chances na vida. A magia em que eu acredito é você estar se preparando o tempo inteiro, criando sempre um skill novo, uma competência nova, para quando aquela coisa acontecer, que você não sabe quando será, você estar pronto. E aí, a chance de você ter escala e ganhar mais velocidade é muito alta.

Baldini: É muito legal a questão de aproveitar as oportunidades e tudo mais, e no comecinho da nossa conversa você falou “Poxa, a gente acertou muito pra criar a quinta maior empresa de tecnologia no Brasil”. Mas, Ladmir, tem algum erro, falha, alguma situação em que você pensou “fiz algo muito errado”, que você poderia compartilhar com a gente?

Ladmir: As pessoas têm mais facilidade em falar o que você é lindo do que você é feio, né. É mais fácil falar do que eu sou bom do que eu sou ruim. Agora, é uma fantasia acreditar que uma empresa de sucesso só acertou. Isso não acontece na prática. O importante é você perceber o seu erro rápido. Se você demora muito é um problema sério. 

A gente já teve casos, me lembro de uma época, que nós tínhamos um ERP nosso e um determinado cliente da área de transportadora começou a me convencer de que deveríamos entrar nessa área de transportes. E a empresa dele era tão grande que eu confiei que ele tinha o modelo de negócio pra eu construir um software baseado na experiência dele. Fizemos tudo, demoramos um ano e meio construindo tudo, ele tava muito feliz, e pensamos “agora é hora de levar esse produto pro mercado”. 

Quando levamos pro mercado, eles não queriam aquilo. Tomamos um prejuízo violento. Tentamos seis meses e decidimos parar. Aprendi violentamente com isso que a gente não pode confiar em só uma pessoa. Todas as vezes que criamos, agora, um tipo de software, a gente vai consultar um monte de gente.

Gostou desse episódio?

Clique aqui e confira esta e outras entrevistas do Superlógica Talks no canal do Youtube da Superlógica.

Assuntos relacionados:

Leitura Recomendada