Case_ABRJ_Superlógica_Imobiliárias

[CASE] Como a ABRJ se reposicionou no mercado com menor custo usando o PJBank

Cliente da Superlógica há 16 anos, a ABRJ continua acreditando na qualidade do resultado adquirido com nosso sistema. A parceria é tão grande que eles resolveram aumentar os laços e integraram-se à conta digital PJBank. O motivo? Transformação digital.

“Acreditamos no sistema da Superlógica desde o primeiro momento. Ela é uma parceira-chave na história da empresa e seria impensável ter alcançado o resultado atual sem essa colaboração.”, conta Marcelo Alvarez Meirelles, diretor da ABRJ.

A empresa começou com uma família de imigrantes espanhóis, inicialmente na administração dos imóveis de sócios, assim como imóveis próprios. Mais de 50 anos se passaram e, hoje, administra mais de 170 condomínios.  

Com o principal objetivo de prestar serviços absolutamente voltados para o sucesso do cliente, garantindo a economia por meio tecnologia, a ABRJ viu na integração do PJBank com a Superlógica a ferramenta que faltava para alcançar o sucesso desejado. 

“Pretendemos que, em 2019 ainda, quase todos os nossos clientes migrem para essa nova forma digital, pensando, ainda, em ampliar os serviços digitais para as contas salário, automatizando ao máximo a operação.”, afirma Marcelo Alvarez Meirelles.

A busca da ABRJ pela transformação tecnológica no setor

Antes dessa parceria inovadora, a ABRJ fazia todo o processo financeiro com um banco tradicional, ou seja, gerava as remessas e todas as mais de 10 mil cobranças. Além disso, acompanhava as baixas bancárias por meio dos arquivos de retorno, que precisavam ser processados e baixados. 

Uma das principais dores era a necessidade de ter uma mão-de-obra para gerar a remessa e fazer a baixa do retorno, sendo que havia o pagamento diário de vários arquivos.

“O PJBank veio, exatamente, no momento mais crítico, que foi a implantação da cobrança registrada como obrigatória nos bancos, promovendo uma migração para o novo modelo sem qualquer trauma ou dificuldade. Hoje, o PJBank assumiu o papel do tradicional banco, aliando a funcionalidade do débito automático em cartão de crédito e a conta digital.”, explica Marcelo Alvarez Meirelles.

banner_ABRJ_case_parceiro_Superlógica_PJBank

Benefícios da Superlógica junto ao PJBank que revolucionaram o modo de trabalhar da ABRJ

Após à integração ao PJBank, a ABRJ atingiu conquistas fundamentais para o crescimento da empresa:

Erro zero em liquidações e mais velocidade

Com a  inexistência de arquivos de remessa e retorno, a operação se tornou absolutamente automática e confiável. Assim, com os lançamentos diretamente na pasta digital, chegou-se ao erro zero nas liquidações, além de mais velocidade na entrega final da pasta aos clientes.

Posicionamento no mercado com menor custo

Com a agilidade no processo e a ausência de erros, houve um melhor posicionamento no mercado e, consequentemente, um melhor preço final aos clientes, mantendo o objetivo principal, que é proporcionar economia.

Impactos positivos dessa parceria inovadora

Com a automação dos processos, o principal impacto positivo consequente dessa parceria inovadora foi o ótimo custo-benefício a partir da redução da necessidade de controle e de pessoas.

“Houve uma economia na mão-de-obra. Antes eram cerca de quatro pessoas no processo de emissão de boletos, por exemplo. Agora elas conseguem focar em outras coisas, relações humanas e processos não automatizados, podendo priorizar o trabalho de maneira mais produtiva.”, conta Marcelo Alvarez Meirelles.

A pouca mão-de-obra e o tempo de processo muito reduzido em relação ao que vinha acontecendo foram notados já na configuração inicial. Eles conseguiram migrar seus mais de 170 clientes do sistema tradicional para o PJBank em apenas um mês. 

Os impactos da integração com o PJBank em todos os aspectos fizeram com que a ABRJatingisse o objetivo inicial, que era proporcionar economia com qualidade. E é isso que o diretor Marcelo Alvarez Meirelles acredita: fazer da tecnologia a arma necessária para transformar processos e melhorar os resultados.

“O mundo caminha de forma veloz para modelos de negócios mais enxutos e baratos, em processos internos que visam a simplificação e a automação com intenso uso da tecnologia. Os processos repetitivos, assim, passam a ser informatizados, tornando as pessoas mais necessárias nos relacionamentos humanos, nas relações comerciais, quando teremos cada vez mais a necessidade de mão-de-obra qualificada.  A economia final desejada é o resultado da frase do arquiteto alemão Mies Van der Hoe: fazer mais com menos, ou, no original, Less is more.”, compartilha Marcelo Alvarez Meirelles. 

Quer fazer como a ABRJ e transformar seu negócio com uma parceria inovadora? Deixe seus dados e nossos especialistas entrarão em contato para entender o que a Superlógica e o PJBank podem fazer pelo seu negócio. 

Compartilhar

Comentários

comentarios