condomínio inteligente

As 12 estratégias para os condomínios do futuro

A sociedade está cada vez mais imersa em tecnologia. Assistentes e robôs comandados por voz não são mais uma fantasia futurista, mas sim uma realidade. Tal cenário traz à tona a necessidade de administradoras voltarem seus olhos à moradia do futuro: o condomínio inteligente.

As smart homes, ou casas inteligentes, já estão no radar da população há um bom tempo. A ideia de comandar a residência por mecanismos automáticos ativados pelo celular ou voz é um sonho recorrente dos entusiastas sobre a disrupção.

O progresso extrapolou as unidades residenciais e hoje o papo não é mais sobre casas ou apartamentos, mas prédios inteiros construídos com a tecnologia auxiliando no conforto e convivência de seus moradores.

Entretanto, não há a necessidade de levantar um novo empreendimento do zero. Diversas empresas estão criando soluções para que síndicos e administradoras possam transformar os espaços já existentes em verdadeiros condomínios inteligentes.

As estratégias e tecnologias do futuro para o mercado condominial foi o assunto abordado por Odirley Rocha, diretor comercial da Kipper, em suas palestras no Superlógica Next 2019.

Quer participar da transformação do mercado condominial? Preencha o formulário abaixo e receba novidades sobre o Superlógica Next 2020!


O futuro da moradia urbana está no smart building

O mercado condominial tem uma crescente participação no PIB brasileiro. Segundo a estimativa do Sindicato da Habitação de São Paulo (Secovi-SP), são 40 bilhões de reais movimentados.

Tal valorização tem atraído cada vez mais empresas que através da tecnologia buscam viabilizar segurança, melhor convivência e redução de custos para esses empreendimentos. De olho no futuro, a modernização das moradias, tanto as existentes quanto as que ainda serão levantadas, tem se pautado no conceito de smart building.

O condomínio inteligente é um espaço que utiliza a disrupção para melhorar a experiência de todos os envolvidos no ecossistema do segmento. Administradoras de condomínios, síndicos, moradores, funcionários, fornecedores e prestadores de serviço são beneficiados.

O smart building tem recebido cada vez mais destaque no mundo. Uma pesquisa da consultoria Orbis Research estimou que esse mercado possa valer 79 bilhões de dólares até 2025.

Confira abaixo as tecnologias que estão sendo investidas para o desenvolvimento dos condomínios inteligentes:

  • Internet das coisas (IoT);
  • Portaria remota;
  • Armários inteligentes;
  • Acessos por QR Code;
  • Reconhecimento facial;
  • Ronda com drone;
  • Inteligência artificial e assistentes virtuais.

As 12 estratégias para o condomínio do futuro

Auxiliar o condomínio em sua modernização pode trazer uma série de vantagens para a administradora. Ao apostar em recursos que melhoram a experiência dos síndicos e condôminos, você ganha tempo em eficiência operacional. Com mais tempo, há a possibilidade de ganhar escala e poderá atender cada vez mais clientes.

Durante suas palestras no Superlógica Next 2019, Odirley Rocha elencou 12 estratégias necessárias para administrar o condomínio do futuro:

  1. Assembleia virtual com voto eletrônico para evitar e resolver brigas;
  2. Armários inteligentes para resolver o sumiço de correspondências;
  3. Teste de honestidade para alimentar a boa convivência entre condôminos;
  4. Módulo de automação para evitar desperdícios de água e energia;
  5. Assistentes virtuais modificando o dia a dia dos moradores;
  6. Cercas virtuais para impedir a entrada de assaltantes;
  7. Criação de mais espaços compartilhados, como lavanderias, oficinas e bicicletários;
  8. OPV – Adesivos na fachada que captam energia solar para o condomínio;
  9. Câmeras para reconhecimento facial;
  10. QR Code como maneira de garantir mais segurança na locação de apartamentos por temporada ou via Airbnb;
  11. Concreto inteligente que se autorregenera utilizando a bactérias;
  12. Portaria remota, evitando expor porteiros e zeladores.

Como o condomínio inteligente muda o jogo para a administradora?

Hoje, as administradoras já estão buscando alternativas para levar mais conveniência através da tecnologia. A Área do Condômino, aplicativo fornecido por quem contrata o Superlógica Condomínios é um exemplo. Com ele, os moradores conseguem reservar o uso de áreas comuns, como salão de festas, e acessar segunda via de boletos.

Mas a evolução dos empreendimentos pode ir além. Com recursos tecnológicos que utilizam Internet das Coisas, por exemplo, síndicos e zeladores terão controle para realizar tarefas e monitorar equipamentos com mais facilidade. Através dessa rede interconectada, controlar o consumo de energia elétrica ou até ligar e desligar o ar condicionado remotamente será uma tarefa simples.

Outro exemplo é o controle de acessos via QR Code. A entrada de pessoas permitidas pelo morador ou proprietário será feita diretamente pelo celular, com o envio do código.

Além disso, essas soluções costumam ter um impacto positivo na relação dos condomínios com o meio ambiente. As soluções impactam em diversos dos 17 objetivos listados pela ONU, como: energia limpa e acessível, cidades e comunidades sustentáveis, consumo e produção responsáveis, entre outros.

Enfim, o investimento que administradoras podem fazer transformação dos condomínios em verdadeiros smart buildings refletem em sua eficiência operacional. Para atender os condomínios do futuro será necessário resolver os três seguintes problemas.

  • Convívio;
  • Redução de custos;
  • Segurança.

Investindo em tecnologias e parceiros que agreguem seus serviços você pode resolver esses impasses. Também, com suas parcerias, você pode criar novas oportunidades para se rentabilizar, como fazer venda cruzada de seguros obrigatórios, residenciais e outras modalidades.

Ao demonstrar esse nível de preocupação com o desenvolvimento do condomínio,você criará um bom relacionamento. Então, maiores serão as chances de fidelizar clientes e ser indicado.

Sobre a Superlógica

A Superlógica desenvolve o software de gestão líder do mercado brasileiro para empresas de serviço recorrente. Somos referência em economia da recorrência e atuamos nos mercados de SaaS e Assinaturas, Condomínios, Imobiliárias, Escolas e Cursos.

A Superlógica também realiza o Superlógica Xperience, maior evento sobre a economia da recorrência da América Latina, e o Superlógica Next, evento que apresenta tendências e inovações do mercado condominial.

New call-to-action

Compartilhar

Comentários

comentarios