6 maneiras de melhorar os resultados da sua empresa com Big Data

por UpLexis

Tendo acesso a internet, você diariamente interage com diversos pontos de contato nos sistemas. Isso gera dados. Um volume imenso de dados. São dados de consumo, de comportamento, de engajamento, enfim, de tudo que você realiza no ambiente online.

Analisando essas informações, foram desenvolvidas ferramentas de Big Data. Elas facilitam o ambiente comercial fornecendo insights mais apurados.

Nova call to action

Compreender esse mundo de dados se tornou um diferencial competitivo. Através deles, é possível ser mais assertivo nos processos decisórios, atender melhor a persona definida, antecipar tendências e encontrar oportunidades no mercado.

É exatamente a partir deste interesse ativo nestas informações que a mineração de dados se tornou tendência, fazendo com que as empresas busquem ferramentas e formas de aumentar seu poder sobre estas informações dispersas.

Uma tecnologia é apenas uma ferramenta. Pode-se usar um martelo para coisas boas, como erguer uma casa, mas também para matar alguém. Nenhuma tecnologia é tecnologicamente determinada, sempre é socialmente construída”, declarou Martin Hilbert, doutor em Comunicação, Economia e Ciências Sociais

A partir disso, a mineração de dados pode servir para melhorar as decisões de uma empresa ou vencer a eleição. Uma ferramenta ser boa ou não depende do uso que é dado a ela através de sua ética pessoal.

Pensando em todas possibilidades de uso, listamos seis maneiras de valorizar, diferenciar ou facilitar o seu negócio com ferramentas de Mineração de Dados (Big Data), veja nossa lista:

1. Desenvolver novos produtos

Através do Big Data, as empresas podem se desafiar a atender as reais necessidades dos clientes.

É possível, através da análise, descobrir quais problemas são enfrentados e solucioná-los da melhor forma possível. Seus produtos serão cada vez melhores e suas ferramentas terão um uso maior. A satisfação do cliente no fim vai melhorar consideravelmente.

2. Precificar produtos e serviços de modo mais eficiente

A precificação realizada ainda é baseada em análise histórica e diferenciações em taxas e impostos. Dessa forma não se analisa qual a real influência de eventos sazonais, temperatura da cidade ou qualquer outro fator que pode acarretar na mudança comportamental do consumidor.

A análise de uma grande quantidade de dados permite a correlação desses inúmeros fatores e melhor precificação de produtos ou serviços.

3. Corrigir erros ou insatisfações em relação aos produtos ou serviços já existentes

As ferramentas de Big Data podem auxiliar o monitoramento de todos os pontos de contato com seus consumidores. Assim, pode ajudar seu setor de Customer Service, suas redes sociais e onde mais o consumidor puder passar feedbacks para seus colaboradores.

Todos esses dados permitem antecipar futuras falhas e insatisfações no seu serviço, levando a um comportamento muito mais responsivo ao mercado.

4. Disponibilizar mais tempo útil para seus funcionários

A utilização de ferramentas que preveem certos comportamentos de seus consumidores ou de suas áreas irá gerar melhores “apostas” e economia de tempo de seus colaboradores. As ferramentas indicam um resultado indicado que depois será analisado pelo intelecto humano.

Isto traz ganhos em tempo e menores probabilidades de erros, uma vez que o processo é muito mais (ou completamente) automatizado.

5. Melhorar o gerenciamento de equipe e de produção

Há uma frase que diz “não se pode gerenciar o que não se mede”. Então, é necessário propiciar a medição de tudo que necessita ser gerenciado, até mesmo no campo pessoal.

As organizações podem instalar ferramentas de Big Data que assim mensuram, por meio de algoritmos já estabelecidos, sucessos e insucessos de determinadas equipes, permitindo a bonificação ou penalização de metas muito bem descritas e estabelecidas.

6. Captar novos clientes

Muitas organizações investem fortemente em Outbound (atração e captação ativa de prováveis clientes) ainda. E, por vezes, este processo é desestruturado e depende de listas que possuem pouca, ou nenhuma, adequação com seu negócio.

Ferramentas de Big Data que “hiper-segmentam” seu público-alvo são a novidade no mercado, uma vez que permitem a escolha do seu próximo melhor cliente.

Estas novas ferramentas podem auxiliar todo seu processo de vendas, uma vez que reestruturam sua busca e fornecem informações personalizadas para seu negócio.

Qual ferramenta de Big Data usar?

Todas estas maneiras tornam a organização muito mais eficiente e rentável, trabalhando por melhorias constantes. Portanto, o Big Data leva a melhores predições e estas melhores predições levam a melhores decisões.

O principal papel das ferramentas de Big Data é nos dizer qual a “aposta” mais certeira de fazermos. Por isso, é interessante pensarmos em todas as tarefas que realizamos dentro de uma organização para enxergar onde há espaço para desenvolvimento rápido de alguma ferramenta de Big Data.

Estas ferramentas de Big Data tornam a organização muito mais fluida, responsiva, rentável, qualidades imprescindíveis para a sobrevivência de organizações no cenário atual.

O poder de decisão passa a ser a partir de dados reais, retirando o poder de “achismos” e análises pessoais e valorizando todo o poder de aprendizado da programação exigida.

Gostaríamos de sugerir algumas que podem auxiliar o momento atual de sua companhia, visando alguns dos pontos citados acima que poderiam ser melhorados com o auxílio destas.

BigPanda

Essa companhia de tecnologia, fundada na Califórnia, é conhecida por ser uma plataforma que agrega e correlaciona alertas de TI para criar uma base de dados de incidentes da área. A BigPanda se integra a outras ferramentas de monitoramento da IBM e Hewlett Packard (HP).

A ferramenta funciona por meio de algoritmos de cluster, agrupando dados das outras ferramentas de monitoramento, normalizando os dados em um modelo e consolidando esses incidentes em ordem de importância.

Otimizando o atendimento do setor de TI e entregando respostas por canais de atendimento outbound como SMS, e-mail e Slack ao consumidor.

Pendo

É utilizada para otimizar a vivência do usuário em seu site, avaliando a experiência por meio de feedbacks organizados em pesquisas e NPS scores (pesquisas de satisfação).

Devido a toda essa análise de experiência no site, pode-se determinar quais comportamentos são determinantes para definir os “consumidores mais felizes” e então replicar para consumidores semelhantes de perfil.

Além de também realizar um tour virtual personalizado para cada consumidor, aumentando engajamento e retenção em seu aplicativo ou site.

Reev

Esta é uma plataforma de Sales Engagement que permite o alavancamento de suas vendas. Uma vez que organiza e cria fluxos automatizados para contato com seus leads.

Ao padronizar templates de e-mail enviados para estes leads, pode-se então avaliar a eficácia e eficiência deles, tornando a decisão de continuar ou não com uma dada estratégia basicamente automatizada.

O fluxo de cadência do lead é acompanhado desde o início e prováveis ajustes podem ser feitos rapidamente, tornando o processo muito mais responsivo.

upMap

Solução digital para auxílio na prospecção ativa de leads, essa busca organizada e hiper-segmentada permite deixar o funil de vendas sempre cheio.

A solução permite a busca online, altamente refinada e precisa por prospects, utilizando filtros como faturamento estimado, capital social, número de funcionários, entre outros fatores.

E esta lista hiper-segmentada contém dados de contato do lead em questão, inclusive acessando os contatos presentes LinkedIn deste lead, tornando estes resultados mais confiáveis e atuais.

A upLexis

A upLexis é uma organização de mineração de dados, nossas soluções consultam online a uma extensa e variada base de dados fornecendo informações indispensáveis para áreas de Compliance, Finanças, Recursos Humanos, Vendas, entre outras.

Isto traz ganhos em tempo e menores probabilidades de erros, uma vez que o processo é muito mais (ou completamente) automatizado.


Compartilhar

Comentários

comentarios