métricas de vendas - imobiliarias

6 métricas de vendas que todo corretor imobiliário deve acompanhar

No mercado imobiliário, assim como em qualquer área de vendas, é importante conhecer o desempenho do seu trabalho e analisar indicadores que permitam medir sua performance em um determinado período. Em meio a inúmeras atividades, os corretores imobiliários nem sempre conseguem dedicar um tempo para avaliar a eficiência do seu trabalho.

Métricas de vendas que todo corretor imobiliário deve acompanhar

Avaliar os resultados das vendas no mercado de imóveis não precisa ser uma tarefa complexa e nem longa. O segredo está em escolher os indicadores certos e tornar essa análise uma atividade de rotina, não deixando acumular muita informação.

Para tornar a sua análise mais simples, separamos 6 métricas de vendas que todo corretor imobiliário deve acompanhar. Confira!

1. Meta de vendas

Com certeza você trabalha com uma meta de vendas. Seja ela uma meta da imobiliária para fechamento de negócios ou uma comissão mínima que você deseja receber em cada mês, o fato é que para trabalhar com vendas é preciso ter um objetivo definido para ser alcançado e trazer resultados aos negócios.

Por isso, defina uma meta mensal, bimestral ou semestral e acompanhe esse indicador. Dessa forma, será possível saber se as vendas estão caminhando conforme o esperado e se o seu trabalho com vendas está trazendo o retorno planejado.

2. Ticket médio

O ticket médio é um termo bastante conhecido na área de vendas. Para chegar a esse número basta fazer uma conta simples: dividir o valor do faturamento de um determinado período pelo número de clientes. Isso significa que o ticket médio é a média de valor gasto por cada cliente do seu negócio.

Esse número ajuda a prever qual será o retorno de um novo cliente e também a saber quantos clientes são necessários captar para bater a sua meta de vendas. Por isso, essa é uma métrica de vendas que todo corretor imobiliário deve acompanhar e conhecer.

3. Atividades realizadas por negócio

métricas de vendas - imobiliarias

Esse indicador mostra qual foi o esforço que o vendedor precisou realizar para efetivar uma venda. Por meio dele é possível verificar, por exemplo, que para fechar um determinado negócio foi preciso realizar 6 ligações para o cliente, visitar o imóvel com ele 2 vezes, enviar 1 proposta e revisá-la.

Dessa forma, é possível saber o trabalho realizado em cada negócio e também fazer médias de esforços, permitindo que o corretor imobiliário entenda melhor o perfil do seu público e o custo médio de uma venda.

4. Oportunidades geradas

Quantos novos negócios você gera por mês? Essa também é uma métrica de vendas que todo corretor imobiliário deve acompanhar. É importante saber o quanto seu investimento em marketing e divulgação tem gerado para o seu negócio. Por isso, registre todos os contatos que você recebe, seja de potenciais clientes ou de negócios que realmente avançaram.

5. Negócios iniciados e fechados

Essa é uma métrica que está diretamente ligada a anterior. Medir o número de negócios iniciados e fechados em um determinado período indica qual é a sua eficiência nas vendas, mostrando a quantidade de negócios que você precisa iniciar para fechar um negócio.

Esse indicador é conhecido como taxa de conversão, que mostra em porcentagem, a proporção de negócios que evoluem até o fechamento. Também é uma métrica de vendas que todo corretor imobiliário deve acompanhar, pois mostra qual é a média de clientes que você precisa captar em um mês para fechar a quantidade desejada de negociações.

6. Custo de aquisição de clientes

Com essas métricas que citamos já é possível saber se o corretor de imóveis está alcançando as metas, quantos negócios precisa iniciar no mês, qual é o ticket médio dos clientes e se está sendo eficiente na geração de oportunidades e fechamento de negócios. Para completar a análise, um indicador de vendas que todo corretor imobiliário deve acompanhar é o CAC ou custo de aquisição de clientes.

Essa métrica mostra quanto em média custa para o corretor adquirir um cliente. Aqui devem ser incluídos os esforços pessoais, investimentos em marketing, gastos com visitas, ou seja, todas as despesas geradas para conquistar clientes. Esse valor deve ser dividido pelo número de clientes captados no período, assim você terá o custo médio da aquisição de clientes.

Avaliar os resultados do trabalho é uma etapa muito importante para as vendas no mercado imobiliário. Quer saber mais sobre esse assunto? Coloque seu e-mail aqui embaixo e receba todas as nossas dicas sobre como ter sucesso no mercado de imóveis.

Receba mais conteúdos gratuitos como esse em sua caixa de e-mail
Junte-se a mais de 1600 imobiliárias e seja o primeiro a receber as nossas novidades e dicas!


Comentários

comentarios